top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Segue abandono de obras da Entrevias no viaduto da Rua Bassan. "Revisão técnica", diz Concessionária


A Concessionária Entrevias ainda não retomou as obras interrompidas no viaduto da Rua Bassan (sobre a Rodovia do Contorno), as quais se arrastam há pelo menos cinco meses.

O motivo da paralisação, há cerca de um mês, é por "revisão nas intervenções técnicas", conforme Nota enviada pela assessoria de imprensa da Concessionária ao JORNAL DO POVO.

Os transtornos provocados pelo relaxo da Entrevias (que explora pedágios com altas tarifas em Marília e região) em serviços abandonados no referido viaduto ficaram pior após a paralisação.

Isso porque cones e "tela plástica" que faziam uma "passagem improvisada" para pedestres no leito carroçável do viaduto no sentido centro/bairro foram arrancados e jogados em uma rua lateral. A gambiarra vinha atrapalhando ainda mais o trânsito no local.

Agora, pedestres só têm um lado (outra "passagem improvisada") para atravessar o viaduto, com sérios riscos de acidentes em horários de grande movimento neste que é o único acesso urbano a sete bairros, principalmente o Jardim Bandeirantes. A passarela original passa por reparos e com acesso de pedestres impedido.

Há três semanas nenhum operário aparece no local. O caos maior ocorre nos horários de pico, principalmente entre 6h e 8h e das 18h às 20h.

NOTA DA ENTREVIAS

"A Entrevias Concessionária de Rodovias informa que foi necessária uma revisão nas intervenções técnicas previstas para a obra de adequação da barreira de proteção do viaduto localizado na Rua Bassan, sobre a rodovia do Contorno (SP-294). Por esta razão os trabalhos foram momentaneamente interrompidos, mas deverão ser retomados em breve.

Nesta semana, com o objetivo de ampliar a segurança no local, a concessionária fez uma revisão da sinalização, reforçando-a e substituindo os cones por dispositivos tipo “raquetes”, que melhoram a passagem para pedestre e a sinalização vertical como um todo".



47 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page