Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Senac traz cursos com foco na Geração Z, que transforma a moda e prioriza peças confortáveis


No cenário em que conforto se tornou essencial, unir estilo à mobilidade é indispensável para essa geração; docente do Senac explica a tendênciaOs nascidos entre a metade da década de 90 e o início de 2010 são conhecidos como a geração Z, digitalmente nativa e amplamente conectada. Com grande acesso à tecnologia, esse público tem seus próprios hábitos, o que causa embates bem-humorados nas redes sociais com os millenials, representados pelos nascidos entre o começo da década de 80 até 1995. Recentemente, até as tendências de moda divergentes entre uma geração e outra movimentaram a internet. Para a geração Z, por exemplo, o estilo dos millenials já pode ser considerado “cringe”, ou seja, vergonhoso na tradução livre. Muito ligada às redes sociais, a geração Z tem decretado o fim de várias tendências, como a calça “skinny” – aquele modelo ajustado ao corpo, as peças de cintura baixa, sapatilhas de bico redondo, meia soquete, cardigãs, entre outras. Segundo Carolina Cortez, docente da área de moda do Senac Marília, essa mudança de estilos é natural. “A geração Z tem um novo olhar e isso faz com que as tendências se atualizem. Exemplo é a concepção de que calças justas, muito usadas pelos millenials, inibem os movimentos. É um público que também dá mais valor ao visual esportivo, sendo utilizado não só para a prática de atividades físicas, mas em várias ocasiões”. A docente comenta ainda que, se os millenials adotaram a sapatilha para fugir do salto, a geração mais nova é adepta ao tênis streetwear, uma moda inspirada nos cenários urbanos. A geração Z quer exclusividade para expressar sua individualidade e personalidade, além de mostrar mais preocupação com uma moda consciente, optando por produtos e empresas que mantenham práticas sustentáveis. “Essa é uma turma mais consciente, que preza pela sustentabilidade e adota alternativas como a compra em brechós, customização e reutilização criativa das peças”, considera Carolina. E se por um lado a geração Z tenta se “distanciar” das influências dos millenials, por outro, ela resgata tendências usadas por essa geração e por outras. “A Mom Jeans é um exemplo clássico de peça que foi bastante utilizada pelos millenials na década de 90 e que, agora, caiu no gosto dos mais novos. Isso mostra que nada impede que, daqui alguns anos, as calças skinny ou os cardigãs retornem com tudo, e que a atual moda da geração Z se torne cringe para os alfas - nascidos a partir de 2010”, explica a docente. A moda está habituada a reaproveitar muitas tendências que um dia estiveram em alta, e cada geração é marcada por característica próprias. Autenticidade, consciência, diversidade e inclusão são palavras-chave para definir a moda atual. A cara da geração Z Prezam pelo conforto e pela funcionalidade das peças, por isso, dão preferência para tecidos mais fluidos e modelagens mais amplas, como a calça Mom Jeans, Wide Leg Jeans, pantalonas e o moletom. Para eles, é indispensável unir estilo à mobilidade. Outra marca da geração Z é o cabelo repartido ao meio, um resgate dos anos 2000 e que gerou um embate nas redes sociais com os milennials, que costumam adotar o visual do cabelo de lado. Para quem busca mais conhecimento na área de moda e suas constantes atualizações, o Senac Marília tem diversos cursos disponíveis. Entre eles: Técnico em Produção de Moda. Acesse o Portal https://www.sp.senac.br/senac-marilia e saiba mais sobre as opções, além das condições especiais de pagamento e ofertas de bolsas. Serviço: Senac Marília Local: Rua Paraíba, 125 – Centro – Marília/SP Informações: https://www.sp.senac.br/senac-marilia


3 visualizações0 comentário