top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

SIG prende bando que fez série de furtos em Marília. Todos de fora e alvo era a Fazenda do Estado

Atualizado: 29 de jul. de 2022


Delegado titular do SIG, dr. Cléber Pinha Alonso

Uma equipe de policiais do Serviço de Investigações Gerais (SIG), de Marília, comandada pelo delegado titular da unidade, dr. Cléber Pinha Alonso, em trabalho eficiente, prendeu nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (29), três indivíduos envolvidos em série de furtos e ao menos um roubo em Marília. Um quarto indivíduo, já identificado e com passagens por furtos, está foragido.

Os alvos principais do bando eram propriedades rurais localizadas na Fazenda do Estado. As ações criminosas foram intensificadas este mês.

A equipe do SIG capturou os ladrões por volta das 6h, em residências em Lins (70 quilômetros de Marília) onde eles moravam. Diversos produtos de furtos foram encontrados nas casas. Todos negaram participação nos crimes.

Um veículo Ford Escort, cor prata, utilizado nas ações criminosas em Marília, também foi encontrado na residência do que pode ser o líder do bando.

Os três elementos presos foram conduzidos à CPJ, em Marília, onde cinco vítimas reconheceram alguns produtos furtados. Outros produtos não foram reconhecidos e podem pertencer à outras vítimas do bando.

"Durante as investigações, policiais militares abordaram um veículo com os elementos, mas nada de ilícito foi encontrado com eles. Foram feitas fotos dos suspeitos e uma das vítimas dos furtos reconheceu um chaveiro multiuso (tipo canivete) pendurado na corrente que estava no pescoço de um dos suspeitos abordados", disse o delegado ao JORNAL DO POVO.

No caso o roubo, os ladrões, que agiam sempre no período noturno, invadiram uma casa e dominaram os moradores. Mas, como notaram a aproximação de um veículo, ameaçaram as vítimas em caso de reação e fugiram sem levar nada.

Eles não usavam armas, aparentemente. Apenas ferramentas para arrombamentos. O SIG prossegue com as investigações. O trio permaneceu preso na CPJ e deverá passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (29). Essencial que a Justiça ratifique o trabalho policial e mantenha os bandidos presos, possibilitando a prisão de outros envolvidos nessa série de crimes que apavorou a comunidade.





348 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page