Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

TÁ NA CONTA! Prefeitura de Marília faz hoje pagamento adiantado dos servidores municipais


Novamente a Prefeitura de Marília paga adiantado os salários dos servidores municipais. Pela Legislação, os créditos poderiam ser feitos nas contas deles no quinto dia útil do mês, ou seja, até a próxima quinta-feira (7). Mas, nesta sexta-feira (1°) os salários da categoria já estarão disponiveis.

"Isso é fruto da austeridade e boa gestão do dinheiro público. Claro que é uma obrigação da Prefeitura pagar em dia, mas estamos realizando os pagamentos adiantados para os servidores", disse o secretário municipal da Fazenda, Levi Gomes de Oliveira. A folha de pagamento mensal dos cerca de 5.600 servidores municipais gira em torno de R$ 26 milhões.

"Os pagamentos dos credores também estão em dia. Pegamos uma dívida de cerca de quinhentos milhões em 2017 e com seriedade e gestão austera, conseguimos equilibrar as contas e resgatr a credibilidade da Prefeitura", explicou Levi. "Isso em meio às graves consequências da pandemia da Covid, onde centenas de prefeituras e órgãos públicos vêm atrasando pagamentos de servidores e fornecedores", observou o secretário.

Ele ressaltou ainda que no caso dos servidores municipais, os pagamentos de salários adiantados, bem como benefícios trabalhistas em dia, valoriza a categoria. "E garante o bom atendimento à população, o que é o mais importante nesse contexto".

PLANO DE CARREIRA E SALÁRIOS

O prefeito Daniel Alonso (PSDB) já encaminhou à Câmara Municipal o projeto que estabelece o Plano de Cargos e Salários dos Servidores Públicos Municipais.

“É um momento histórico, aguardado por todos os servidores municipais de Marília”, afirmou o presidente do Legislativo, vereador Marcos Rezende (PSD).

“Quero agradecer em primeiro lugar o prefeito Daniel Alonso, que acatou o pedido de toda a Casa, de todos os vereadores e de todos os servidores, uma reivindicação de mais de 30 anos. Também quero agradecer personagens importantes para que este projeto do plano de carreira se consolidasse, como o secretário municipal da Fazenda, Levi Gomes, o secretário do Planejamento Econômico, Ramiro Bonfietti, e o secretário da Administração Municipal, Marcos Boldrin, que ao lado de importantes servidores municipais que compõem o nosso quadro, teve um papel fundamental para encontrarmos esta alternativa”, considerou.

Marcos Rezende observou que o plano de cargos e salários, a reforma da Previdência Municipal e a reforma administrativa são pautas fundamentais para o desenvolvimento exponencial de Marília. “São entraves que precisam ser destravados para que possamos preparar e a ativar a cidade para o crescimento”. Ele salientou que tudo indica que, desta vez, o plano de carreira conseguirá ser encaminhado para votação em plenário.





325 visualizações0 comentário