Buscar
  • Da Assessoria

UNIMED: Sustentabilidade e cuidado com o meio ambiente é uma responsabilidade compartilhada


A coleta seletiva já é realidade em Marília, com diversos pontos espalhados pela cidade que possibilitam o descarte do lixo de forma sustentável. A Unimed Marília, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente e de Limpeza Pública de Marília, instalou 2 Ecopontos pela cidade, em setembro de 2021, em pontos estratégicos, com grande fluxo de carros e pedestres.

O intuito é criar uma conscientização da população em relação ao lixo produzido em suas casas. Na teoria, este é um projeto inovador e que contribui com a sustentabilidade do nosso meio ambiente. Porém, na prática, a realidade é outra.

Para dar um destino adequado ao lixo, é importante que os consumidores se tornem mais conscientes de que esta é uma responsabilidade compartilhada. Infelizmente, muitas pessoas parecem não possuir o conhecimento do descarte correto do lixo reciclável.

Começando pela pergunta básica: o que é reciclável e o que não é? Parece simples, mas existem muitos itens que não devem ser destinados à reciclagem e mesmo assim, são descartados nos Ecopontos espalhados pela cidade.

Existem alguns produtos que não devem ser levados e descartados na coleta seletiva. Separamos os itens que mais aparecem no descarte incorreto. A prefeitura disponibiliza um mapa de coleta seletiva e onde cada item pode ser levado.

Confira aqui.

Eletrônicos:

Exemplos: cabos, celulares, fones, baterias e carregadores contêm substâncias nocivas que prejudicam a saúde e o ambiente. Para jogar fora é preciso buscar o fabricante ou fornecedor do serviço ou ainda ir a pontos de coleta.

Algumas lojas disponibilizam coleta em suas lojas físicas, assim como algumas drogarias e supermercados, por exemplo, que possuem parcerias para descarte de pilhas e baterias.

Lâmpadas:

As lâmpadas possuem metais pesados na composição, o que pode contaminar o solo. Para descartar é preciso buscar pontos específicos.

Medicamentos:

Fármacos contaminam o solo e a cadeia de consumo humana. O descarte incorreto pode ainda favorecer o surgimento de bactérias mais resistentes. Para jogar fora, o ideal é buscar drogarias ou ainda supermercados. A Farmácia da Unimed Marília disponibiliza um ponto de coleta, dentro da loja, facilitando assim o descarte correto.

Onde levar: Farmácia Unimed Marília - Rua Bahia, 718 - Cascata

Cápsulas de café:

O alumínio usado em algumas cápsulas de café tem grande potencial de reciclagem. No entanto, trata-se de um metal pesado, que pode impactar o solo e causar problemas neurológicos quando descartado e manuseado incorretamente.

Portanto, o material deve ser entregue em postos de coleta adequados. A Nespresso, por exemplo, tem coleta nas lojas físicas, além do serviço de envio de suas cápsulas usadas pelos Correios, sem custo algum. Basta preencher um formulário com seu nome, endereço, e-mail e o CPF.

Assista o vídeo sobre o envio das cápsulas pelo correio.

Óleo de cozinha:

Considerado um grande contaminante, um litro de óleo descartado no ralo da pia pode poluir um milhão de litros de água potável. É a quantia equivalente ao consumo de uma pessoa em 14 anos de vida. Por isso nunca jogue o óleo de cozinha em ralos, pias ou no solo. O correto é guardar o óleo usado em garrafas de refrigerante PET e fazer o descarte em locais próprios para a coleta.

Se cada um de nós fizer sua parte, contribuiremos para um mundo melhor, nos tornando exemplo para futuras gerações. Educação, respeito e cidadania são valores aprendidos pelo espelhamento de quem admiramos. Vamos cuidar do que é nosso, para que nossas crianças cresçam entendendo que a responsabilidade individual influencia no coletivo? Clique aqui.




32 visualizações0 comentário