Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Verba da Câmara será usada para compra de máquina trituradora de resíduos sólidos


Marcos Rezende entrega cheques ao secretário Vanderlei Dolce, acompanhado do vereador Ivan Negão


Marília será a primeira cidade do interior do Estado a adquirir uma máquina trituradora de resíduos sólidos. Esta conquista foi efetivada na manhã desta quarta-feira (22), quando o presidente da Câmara de Marília, vereador Marcos Rezende (PSD), entregou dois cheques referentes à devolução do duodécimo (verba orçamentária que a Prefeitura destina anualmente ao Legislativo) ao secretário municipal de Meio Ambiente e Limpeza Pública (Smalp, Vanderlei Dolce. O valor total entregue foi de R$ 2.338.168,46.

"Um dia histórico e a realização de um sonho", afirmou Dolce. A máquina trituradora de resíduos, que custa em torno de R$ 2,8 milhões, será adquirida através de licitação. A mais eficiente do mercado é importada da Itália. Representantes da Smalp estiveram recentemente na região metropolitana de São Paulo conhecendo o equipamento junto à uma empresa representante da fabricante italiana.

A máquina funciona de forma móvel e poderá ser usada em diversos pontos da cidade. "Não ficará somente junto à área do aterro sanitário às margens da estrada vicinal de Avencas", explicou Dolce. Ele disse que o equipamento possibilitará, após a trituração, mais espaço para descartes de resíduos sólidos e o material triturado (concreto, galhos, pneus e inservíveis) poderá ser usado na manutenção de estradas rurais, por exemplo. Se necessário, a máquina também vai triturar lixo orgânico.

TRABALHO E INTEGRAÇÃO

Rezende disse que Marília, com a aquisição da máquina trituradora, dá um importante passo na preservação do meio ambiente. "Uma solução inteligente para amenizar impactos nesse sentido. Um avanço que está sendo possível graças à integração do Poder Legislativo com o Executivo, para o bem da nossa cidade", afirmou. O presidente da Câmara agradeceu o apoio do prefeito Daniel Alonso e dos secretários da Fazenda, Levi Gomes e do Planejamento Econômico, Ramiro Bonfietti, além do próprio secretário Vanderlei Dolce, de seu adjunto, Fernando Paes e do assessor Marcelo Fabiano Fraga de Oliveira.

O secretário de Trabalho e Desenvolvimento, Nelson Mora e representantes da Associação Mariliense da Empresas de Locação de Caçambas (AMELCA) também acompanharam o ato.






413 visualizações0 comentário