Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Vereador Danilo da Saúde repudia liberação de bombas self service em postos de combustíveis


O vereador Danilo da Saúde (PSB) é autor de Requerimento na pauta da sessão camarária desta segunda-feira (25), com Moção de Repúdio à proposta do deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP) para anular efeitos de uma decisão (Medida Provisória) que proíbe o funcionamento de bombas de autosserviço nos postos de abastecimento de combustíveis. O referido deputado alega a medida (autorizar as bombas de autosserviço) poderia reduzir os preços dos combustíveis.

Mas, o vereador Danilo contesta essa alegação e afirma que o que onera os preços dos combustíveis não são os frentistas e sim o atrelamento deles ao mercado internacional e os altos impostos embutidos nesses produtos.

"A proibição das bombas de autosserviços nos postos, chamadas de self service dos combustíveis, existe desde o ano 200 e desde então vem preservando os empregos milhares de frentistas", ressalta o vereador.

Ele alerta ainda que, de acordo com entidades do setor, a liberação das autobombas provocaria as demissões de cerca de 500 mil frentista, além de colocar em risco a segurança e saúde no abastecimento de combustíveis.

"Daí o nosso Repúdio à proposta de liberação das bombas de autosserviços", justifica Danilo da Saúde. Cópias do Requerimento dele deverão ser enviadas para a presidência da Câmara Federal, lideranças parlamentares, órgãos e entidades do setor, como a Federação dos Empregados em Postos de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo.





128 visualizações0 comentário