top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Vereador Evandro Galete faz reflexão sobre a "vida acelerada" nos tempos atuais


Em discurso na tribuna da Câmara Municipal, o vereador Evandro Galete (PSDB) fez uma reflexão do nosso dia a dia.

"Queria chamar a atenção de vocês para uma simples reflexão da vida, dos valores familiares para unirmos forças para juntos passarmos por esses abismos entre nossas gerações. E quando a gente menos espera, acontecem fatos imprevistos no nosso dia a dia", disse Galete.

"Temos vivido nesses tempos atuais, uma verdadeira corrida contra o tempo, quer seja trabalhando de forma desenfreada, se ocupando 24 horas por dia, com vários compromissos, alguns até dispensáveis, em desfavor aos nossos princípios familiares e cristãos, tais como união entre as famílias, reuniões familiares, como um singelo almoço num fim de semana, a fim de unir nossos entes, e ter mais convivência entre todos".

O vereador observou que "vemos também o esfriamento da fé entre as pessoas, muitas dando desculpas a fim de não participar de uma atividade religiosa e assim fortalecer a fé em Deus. Ultimamente, não possuímos mais tempo útil entre pais e filhos e para com toda família. Única e simplesmente por culpa dos inúmeros compromissos que temos no nosso dia-dia, atualmente".

Disse que "valores familiares e cristãos vão se desfazendo por culpa de inúmeras atividades que nossa sociedade nos faz refém diariamente, ao contrário de tempos de outrora, quando tínhamos tempo para tantas coisas saudáveis: que saudades das brincadeiras sadias entre amigos, reuniões familiares, onde filhos respeitavam seus pais, e havia uma maior valorização e comprometimento com nossos familiares, com tempo de qualidade entre todos. Época em que os conselhos dados pelos pais aos filhos, avós aos netos, eram respeitados e valorizados e a velocidade do tempo no nosso dia a dia não consumia nosso tempo de forma desenfreada e desnorteada como nos dias atuais. Muitas vezes corremos em círculos na ânsia frenética de conseguirmos nossos objetivos. Contudo, não chegamos a lugar nenhum".

Galete refletiu, em discurso na tribuna, que "dessa forma, se faz importante voltarmos aos tempos pretéritos, onde os laços familiares e educacionais, o respeito para com os mais velhos, e principalmente a fé inabalável em Deus permitia que tivéssemos uma vida mais feliz, mais simples, mais digna e de muito mais qualidade, onde o amor, o respeito e a atenção para com as pessoas, o convívio familiar faz toda a diferença nos nossos dias".

Disse que "hoje, só encontramos esse tempo para nos unirmos, conversarmos ou reencontrarmos, infelizmente nos acasos da vida, (num velório municipal, por exemplo), quando não existe mais tempo para nada e poder nos confraternizar e matar a saudade dos velhos tempos onde éramos muito mais felizes.

Contudo, podemos reverter essa situação sim, enquanto é tempo, sendo mais felizes. E não nos escravizando nessa nova era. Sempre há tempo para recomeçarmos e o caminho é muito simples: aproximação da fé, do carinho e da atenção para com nossa próximo. Isso só depende de nós para mais unidos mudarmos essa humanidade atualmente destruída pelas inconsequências corriqueiras, ganâncias e egoísmoa entre nós.

Por fim, gostaria de ressaltar que estamos de passagem nesse mundo e que a felicidade verdadeira está no nosso interior e de tentarmos acumular tesouros no céu, onde nem a traça e nem a ferrugem corroem ou destroem e não nas coisas materiais desse mundo, que com o tempo se destroem e se corroem e se acabam em nada, deixando-nos muitas vezes doentes, pobres e vazios de espírito.

Isso é um desabafo e uma reflexão do dia a dia, pois o mundo gira e não fazemos nada para deter esse crescimento louco e desenfreado que estamos passando. Uma nova era que mudou todas as nossas gerações, culturas e costumes. Pensemos, portanto, nisso", alertou Galete.



41 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page