Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Vereador Júnior Moraes critica descaso de empresas de ônibus urbanos e quer revisão de contratos


Os descasos e relaxos das empresas de ônibus Grande Marília e Sorriso de Marília (que dividem o nocivo monopólio do transporte coletivo urbano aqui na cidade) também são motivos de duras críticas pelo vereador Júnior Moraes (PL).

"Uma verdadeira afronta à população, aos usuários do transporte coletivo urbano em Marília. É preciso que as autoridades competentes adotem providências urgentes para acabar esses abusos que vêm assolando os usuários. Poucos ônibus nas linhas, o que têm circulam superlotados, atrasados, fora de itinerários e o pior: com tarifa alta de R$ 4,50. Essas empresas estão rindo na cara da população", afirmou o vereador.

Júnior Moraes sugere uma revisão urgente nos contratos de concessão à essas empresas (assinados em 2013) e normas mais rígidas de controle e exigências para que as mesmas atuem com decência e respeito aos usuários.

"Quando essas empresas demitiram sumariamente quase trezentos cobradores de uma só vez, elas não questionaram regras de contrato. Demitiram e pronto! Quando passaram a ganhar maiores lucros com redução do ISSQN só para elas, também não falaram em contrato. Então, temos que adequar os contratos também para exigir que prestem bons serviços em Marília, o que não acontece. Trata-se uma questão de interesse coletivo, que envolve a população", comentou o vereador.

Lembrou do sufoco que milhares de estudantes que fizeram o Enem há algumas semanas em Marília também passaram com esses descasos. "Trabalhadores, estudantes e passageiros em geral que continuam sendo assolados com esse descaso. É preciso uma união de esforços e ações do Poder Público, do Ministério Público e da Justiça para dar um basta nesta situação", disse Júnior Moraes.




24 visualizações0 comentário