Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Vereador Marcos Custódio questiona reais possibilidades da Prefeitura comprar vacinas da Covid-19


Durante audiência pública com o secretaria municipal da Fazenda, Levi Gomes de Oliveira, na Câmara de Marília, o vereador Marcos Custódio (Podemos) questionou sobre a real possibilidade da Prefeitura comprar vacinas contra a Covid-19 diretamente dos laboratórios, conforme anunciado pelo prefeito Daniel Alonso (PSDB). O parlamentar cobrou informações sobre fontes de renda para isso e a quantidade de vacinas que a Prefeitura poderia, eventualmente, adquirir.

"Tomara a Deus que sim. Que a gente consiga entrar nesse consórcio (consórcio de municípios) e ter. Temos acompanhado, os próprios governadores vêm tendo dificuldades de fazer aquisições das vacinas uma vez que o Ministério da Saúde, o Governo Federal tem preferência. Agora, o Supremo (STF) autorizou que os próprios municípios também possam fazer o mesmo", explicou Levi.

"Vejo até com ceticismo que o Município possa adquirir as vacinas. Se me perguntar hoje, se tem recursos disponíveis? Não! Mas aí vamos partir para a prioridade, deslocando recursos da própria Saúde que nos permite comprar medicamentos e se não for o suficiente, vamos disponibilizar recursos próprios, suspendendo investimentos ou obras que possam existir um pouquinho mais, porque nesse momento a prioridade é a saúde de todos nós", completou o secretário.

O vereador Custódio enalteceu a posição e ressaltou a importância dessas ações para tranquilizar a população. "Quanto mais imunizada for a população, maior o retorno para a atividade econômica", disse o parlamentar. "Evidente que a saúde é prioridade máxima e ações dos governos são fundamentais para agilizar o combate à pandemia do coronavírus".



98 visualizações0 comentário