Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Vereador Marcos Rezende recebe pauta de reivindicações de servidores do Daem


O movimento iniciado pelos operadores de motor bomba do Daem junto ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, pela aprovação do plano de cargos e carreiras do Departamento, começou a dar resultados.

Em reunião com o presidente da Câmara, vereador Marcos Rezende, uma comissão de operadores apresentou a demanda sobre a necessidade de aprovação do referido plano, além de outras questões específicas da função de operadores de motor bomba, como jornada e adicional de risco.

A comissão composta pelos operadores Ederson Da Costa Rodrigues, Renê Augusto Monteiro Marini e Ricardo Cardozo Flores foi referendada pela Assembleia Geral dos Operadores, realizada no dia 7 de janeiro.

Na oportunidade, foram discutidas ações para viabilizar a aprovação do plano de cargos e carreiras do DAEM e a manutenção do adicional de risco pago aos operadores de motor bomba que corre risco de ser retirado em decorrência de mudança da Lei nº 11.

Na reunião com o presidente da Câmara também foi discutida a necessidade do debate público sobre o futuro do Daem, considerando o novo marco regulatório do saneamento básico em vigor. Sobre isso os membros da comissão destacaram a importância da participação dos servidores do Departamento na discussão e foi sugerida a criação de um grupo de trabalho com servidores para discutir essa pauta.

Rezende se colocou à disposição para levar ao plenário os requerimentos de demanda apresentados pelos operadores e agendar uma reunião com o presidente do Departamento para garantir a manutenção do adicional de risco pago aos operadores e vigilantes, até que seja pautado o projeto de Plano de Carreira dos Servidores.

"No ano passado, em sessão histórica, aprovamos o Plano de Carreira dos Servidores Públicos Municipais, que era aguardado há mais de 40 anos pela categoria. Evidente que não foi um Plano perfeito, necessita de ajustes. Também há necessidade de adequações nesse sentido para algumas categorias, como os operadores de motor bomba do Daem. Recebemos as reivindicações e vamos encaminhá-las para se chegar a um consenso da melhor forma possível", disse Rezende.

ENCONTRO POSITIVO

Ricardo Flores, operador de motor bomba que atua como diretor jurídico no Sindicato, avaliou como muito produtivo o encontro. “Entendo esse canal de diálogo como fundamental para dar seguimento não só a demanda dos servidores, como da população em geral. Acredito na plena capacidade dos servidores da autarquia em contribuir para elevar o nível do debate e contrapor argumentos que vão ao encontro a uma eventual concessão. Argumentos como parcelamento de dívida com concessionária de luz, repasses ao Ipremm e falta de investimentos devem vir acompanhadas de estudos de viabilidade de uma tarifa mais justa e parcelamento de débito da prefeitura com o departamento", observou.

Ele afirmou ainda que "temos plena convicção que se nos for dada a oportunidade de compor um debate, teremos a oportunidade de construir uma solução equacionada em todos os sentidos. Com uma gestão colaborativa podemos apresentar a viabilidade e sustentabilidade de um serviço tão fundamental. Antes de servidores, somos cidadãos e contribuintes”.



103 visualizações0 comentário