top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Xandão manda e PF prende ex-candidata a prefeita de Tupã


A publicitária Klio Damião Hirano está entre as pessoas que foram presas até a manhã desta quinta-feira (29) na operação da Polícia Federal que apura atos de vandalismo em Brasília. Ela foi candidata à Prefeitura de Tupã nas últimas eleições municipais, em 2020. Participou da disputa em chapa única pelo PRTB e não se elegeu. Ela recebeu 364 votos e foi a menos votada entre os candidatos. Klio tem 40 anos e é filha do fotógrafo Eizi Hirano, que tem o trabalho conhecido nacionalmente e fundou uma rede de lojas de impressão fotográfica. Nas redes sociais da publicitária há várias postagens que fazem referência ao presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores. Em agosto, Klio postou fotos do encontro com a deputada Carla Zambelli em uma universidade de Marília. Ela era frequentadora do acampamento de apoio ao presidente no Quartel-General do Exército em Brasília, onde estaria, segundo as postagens nas redes sociais desde o mês de novembro, após as eleições. Antes de ser presa, Klio postou um vídeo de uma solenidade no Palácio do Planalto. Além dessas publicações, há dezenas de fotos e vídeos dela em Brasília junto com outros apoiadores do atual governo.

A publicitária estaria entre as pessoas que tentaram invadir a sede da PF em Brasília no último dia 12 de dezembro.

A PF informou que uma equipe está na cidade de Tupã e cumpre mandados de busca e apreensão em endereços da suspeita.

Entre os crimes apurados pela ação, estão abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado, dano qualificado, incêndio majorado e associação criminosa.

Os mandados são cumpridos no DF e em sete estados: Rondônia, Pará, Mato Grosso, Tocantins, Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro.



285 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page