Travesti que aplicava golpes em homens casados é preso em Presidente Prudente

June 26, 2017

          Objetos furtados de vítima e o travesti em imagem no seu site de relacionamentos em Presidente Prudente

 

Um travesti de 25, identificado como Iago de Souza Pilar, que usava codnome como Manu Gaúcha, foi preso em flagrante pela Polícia Civil em um motel em Presidente Prudente. O acusado estava há cerca de dez dias naquela cidade e vinha aplicando golpes e extorsão cotra homens casados e com vínculos afetivos que entravam em contato com ele por sites de relacionamentos na internet. O traveco também fazia selfies com os clientes. O site do traveco teve mais de mil acessos em Prudente.

O delegado Pablo Rodrigo França disse que o travesti já havia aplicado golpes nos Estados do Ceará, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Um dos homens em Presidente Prudente perdeu R$ 5 mil, sendo R$ 3.500,00 com saques em cartões de créditos, R$ 400 e corrente de ouro. O travesti e esta vítima, um empresário de 32 anos, nem chegaram a se relacionar sexualmente, já que a abordagem criminosa ocorreu antes de efetivado o programa que havia sido combinado. No entanto, segundo a polícia, o empresário reconheceu "sem hesitação" o criminoso que acabou preso.

O travesti dizia no site que faria uma curta temporada em Prudente e já se preparava para deixar a cidade, quando foi preso. Ele foi autuado em flagrante recolhido em uma cela especial na Cadeia Feminina de Dracena.

OUTRAS VÍTIMAS

Segundo a Polícia Civil de Presidente Prudente, as vítimas eram homens, predominantemente com idades entre 25 e 40 anos, e que possuíam vínculos afetivos em vigor com outras pessoas, sejam como casados, noivos ou namorados.

As investigações prosseguem com o objetivo de identificar outras vítimas do criminoso, que foi encaminhado a uma cela especial da Cadeia Feminina de Dracena. A Polícia Civil obteve na Justiça um mandado de prisão temporária contra o travesti, por cinco dias, prorrogáveis por igual período. Depois disso, a polícia pedirá à Justiça a conversão da medida em prisão preventiva, para que o investigado continue detido até o desfecho do processo.

O travesti combinava programas sexuais com os clientes através de um site de relacionamentos na internet no qual anunciava, inclusive com fotos, os seus serviços. Para ameaçar os clientes, o travesti guardava em arquivos de imagem as telas do computador que mostravam a negociação com os homens. Também se armava com faca. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle

© 2017 por "JP. Povo