Organizadores da "1ª Parada Gay" em Marília pedirão apoio ao prefeito Daniel Alonso. "Certamente vai negar", diz líder do evento

June 29, 2017

 

 Juliana Belo, organizadora da "Parada Gay" que percorrerá a Sampaio Vidal: pedido de apoio ao prefeito Daniel Alonso

 

No próximo dia 1° de outubro (domingo), a partir das 10h30, será realizada em Marília a "1ª Parada da Diversidade", reunindo especialmente o movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais). A organizadora do evento e representante do movimento na cidade, Juliana Belo, disse ao JP que além do LGBT, deverão estar presentes representantes de outras minorias, como mulheres, negros e portadores de deficiência. "Será um evento alegre, aberto à toda a comunidade", disse. O lema será "Todos Juntos Por um Mundo Melhor".

O trajeto da "Parada Gay" em Marília será da Prefeitura até o prédio do Ganha Tempo, pela Avenida Sampaio Vidal e adentrando a Avenida das Indústrias, onde haverá palco e som com apresentações artísticas e culturais, com transformistas e outras atrações.

GRITO SUFOCADO NA GARGANTA

Juliana Belo disse que resolveu tomar frente e realizar o evento porque outras pessoas encontraram resistências nesse sentido. "Marília é uma cidade conservadora. Mas estamos com um grito sufocado na garganta. Comprei essa briga para dar visibilidade ao nosso movimento. Chega de hipocrisia, preconceitos e retaliações. Como adoradora de Deus prego o amor ao próximo, independente de quem seja, gays, lésbicas, negros, mães solteiras e outros". 

Lésbica assumida e mãe de um filho adotado, Juliana Belo diz que a família contemporânea tem outro perfil. "Não é só aquela família tradicional, com papai, mamãe, filhinho e cachorrinho. A base é o amor, que constrói qualquer família".

PEDIDO AO PREFEITO

Ju belo disse que na próxima semana, ela e uma comissão de organizadores da "Parada Gay" irão até a Prefeitura para entregar um ofício ao prefeito Daniel Alonso, solicitando palco e som para a realização do evento. "Sei da religião dele e que certamente vai negar nosso pedido. Mas queremos entregar o pedido em mãos ao prefeito, não para assessores, porque o evento é da cidade e ele é prefeito de todos", afirmou.

PASTORA

Juliana Belo é pastora e dirigente da Igreja Poder do Renovo, fundada em 2012. "Nosso lema na igreja é o amor ao próximo", disse. Os cultos são realizados aos domingos, as 19h, na Rua Canadá, 1228, no Jardim Vitória, Zona Sul da cidade. Os cultos são na casa da pastora e reúnem entre 30 a 40 pessoas. "Realizamos atividades paralelas, como retiros e o Dia do Abraço", disse Ju Belo. A presidente do segmento LGBT em Marília, Caroline Reis, auxilia Juliana nos trabalhos e lidera o grupo de jovens.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black