Seguem os furtos de cabos e fiações na cidade

July 20, 2017

                                       Fios queimados e ladrão de fios eletrocutado em poste

 

Ladrões voltaram a atacar redes de cabos e fiações. Durante a madrugada, arrancaram cerca de 60 metros de metros de cabos da rede telefônica uma empresa que serve à Vivo, na Zona Oeste. As redes atacadas ficam na Avenida Virgílio Cavallari e na Estrada Rural.

Há muito tempo vem ocorrendo furtos de fiações de redes de energia elétrica e cabos telefônicos em Marília. Larápios estão repassando os materiais para receptadores. Um quilo de cobre (fio descascado) chega a custar R$ 60 média no mercado paralelo. Mais dois casos desta natureza foram registrados na CPJ (Central de Polícia Judiciária).

Um deles na Casa Sol, na Avenida Castro Alves. larápios invadiram o depósito da empresa e furtaram do estoque 9 rolos de fiação elétrica de 25 mm com 100 metros cada rolo. O caso foi registrado pelo gerente da loja, Willian Magdaleno.

Já a empresa Telefônica, sofreu dois ataques, ontem. Um deles em seu pátio na Rua Maria Maldonado esquina com a Rua Elieser Rocha, no Bairro Santa Antonieta, Zona Norte da cidade. O outro furto contra a Telefônica aconteceu na Rua João Marconato, na mesma região. Nas duas ações, ladrões levaram 54 metros de cabos telefônicos. Este ano a empresa já registrou diversas queixas de furtos de cabos em seus depósitos e redes de fiações instaladas na cidade.

Empresas em pleno funcionamento também vem sendo atacadas, com praticamente toda a fiação elétrica furtada, como o caso recente na metalúrgica Binofort, no Distrito Industrial de Lácio. O larápio ainda foi visto por moradores horas depois do furto queimando fios num pasto daquela região. 

MORREU NO POSTE

Em dezembro do passado, um homem foi encontrado no início da manhã eletrocutado num poste da CPFL, no Jardim Cavallari, na Zona Leste de Marília. Uma escada estava encostada no poste. 

De acordo com a Polícia Civil, a hipótese é de que a vítima estivesse tentando furtar fios de cobre quando recebeu uma descarga elétrica fatal.Isso porque um poste vizinho estava com os dispositivos, conhecidos como “bananas”, desativados, interrompendo a passagem da corrente elétrica. Foi encontrado também um bastão de madeira usado para desarmar as chaves.Segundo a polícia, o suposto ladrão subiu no poste do lado errado, que não tinha sido atingido pelo desligamento da rede. A polícia suspeita que outras pessoas estavam na companhia da vítima, já que havia marcas de pneus no local.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black