Antes da 1ª Parada Gay, Marília terá concurso para miss e mister da diversidade

August 5, 2017

                                       Concurso Miss Gay também será realizado em Marília

 

Organizadores da 1ª Parada Gay de Marília, que será realizada no próximo dia 1° de outubro, estão organizando também o Concurso Miss e Mister Diversidade de Marília.

O concurso terá diversas categorias, como lésbica, transsexual, travesti, drag queen e gay. Um corpo de dez jurados vai escolher os vencedores, avaliando postura, maquiagem, figurino e cabelo.

 

LINK PARA FAZER INSCRIÇÃO

 

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd5OQYfg-U7Zj_wPLyL6hK_YeZTnyzhizBeoKR6autvDIJ4tw/viewform

 

1ª PARADA GAY DE MARÍLIA

                                                             A ativista Ju Belo organiza a 1ª Parada Gay de Marília

 

No próximo dia 1° de outubro (domingo), a partir das 10h30, será realizada em Marília a "1ª Parada da Diversidade", reunindo especialmente o movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais). A organizadora do evento e representante do movimento na cidade, Juliana Belo, disse ao JP que além do LGBT, deverão estar presentes representantes de outras minorias, como mulheres, negros e portadores de deficiência. "Será um evento alegre, aberto à toda a comunidade", disse. O lema será "Todos Juntos Por um Mundo Melhor".

O trajeto da "Parada Gay" em Marília será da Prefeitura até o prédio do Ganha Tempo, pela Avenida Sampaio Vidal e adentrando a Avenida das Indústrias, onde haverá palco e som com apresentações artísticas e culturais, com transformistas e outras atrações.

GRITO SUFOCADO NA GARGANTA

Juliana Belo disse que resolveu tomar frente e realizar o evento porque outras pessoas encontraram resistências nesse sentido. "Marília é uma cidade conservadora. Mas estamos com um grito sufocado na garganta. Comprei essa briga para dar visibilidade ao nosso movimento. Chega de hipocrisia, preconceitos e retaliações. Como adoradora de Deus prego o amor ao próximo, independente de quem seja, gays, lésbicas, negros, mães solteiras e outros". 

Lésbica assumida e mãe de um filho adotado, Juliana Belo diz que a família contemporânea tem outro perfil. "Não é só aquela família tradicional, com papai, mamãe, filhinho e cachorrinho. A base é o amor, que constrói qualquer família".

PASTORA

Juliana Belo é pastora e dirigente da Igreja Poder do Renovo, fundada em 2012. "Nosso lema na igreja é o amor ao próximo", disse. Os cultos são realizados aos domingos, as 19h, na Rua Canadá, 1228, no Jardim Vitória, Zona Sul da cidade. Os cultos são na casa da pastora e reúnem entre 30 a 40 pessoas. "Realizamos atividades paralelas, como retiros e o Dia do Abraço", disse Ju Belo. A presidente do segmento LGBT em Marília, Caroline Reis, auxilia Juliana nos trabalhos e lidera o grupo de jovens.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black