Veículos furtados no final de semana em Marília foram encontrados depenados

August 7, 2017

                   Desmanches clandestinos devem estar receptando peças de carros furtados em Marília 

 

Dois veículos um Kadett ano 95 e um Fiat Pálio, ano 97, furtados neste final de semana em Marília foram localizados abandonados e depenados, sem as rodas, pneus, baterias, faróis e acessórios. Isso deixa evidente que a onda de furtos desta natureza tem como objetivo a receptação por desmanches clandestinos de veículos. 

O Kadett foi encontrado abandonado e depenado na manhã do sábado (5) numa estrada de terra, próximo à Fazenda Lúcia (Distrito de Padre Nóbrega). Estava sem as quatro rodas, o estepe, a bateria, os faróis, o tampão traseiro e sistema de som. O carro pertence a Renan Ferreira Lima, de 21 anos. Foi furtado quando ele estava na casa da namorada, na Rua José Floriano Pereira, no Bairro Alcides Matiuzzi, na Zona Norte, quando furtaram seu veículo Kadett, vermelho, ano 95, placas KIN-4970, de Marília. O furto ocorreu por volta da 1h30 e foi registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária). Renan mora no Bairro Santa Antonieta.

Já o Fiat Pálio, ano 97, furtado na madrugada deste domingo (6), foi localizado na manhã do mesmo dia abandonado às margens da SP-333 (Marília a Júlio Mesquita), próximo ao Rio Tibiriçá, sem as rodas de liga leve, pneus e a bateria. Foi furtado na Avenida Higino Muzzi Filho, no Campus Universitário, na Zona Oeste da cidade. O proprietário do carro, Vinícius Camel Teróbio, de 20 anos, relatou que estava em um barzinho na região e quando retornou não encontrou o carro. Este ano, foram registrados quatro casos de furtos de veículos na região do Campus Universitário.

CASOS

              

                                                                    Carros furtados em Marília e depenados

 

Este ano, até o final de junho, foram furtados 137 veículos em Marília, segundo estatísticas da Secretaria de Estado da Segurança Pública. No ano passado foram 155 casos desta natureza, de janeiro a junho. 

Em uma semana, foram furtadas mais quatro motocicletas em Marília. Levaram uma Honda CG-125, preta, placa DYD-2675, Marília, pertencente a Ana Beatriz, residente no Bairro JK, na Zona Norte. A motocicleta foi furtada quando estava na garagem de uma residência na Rua Adão Stroppa, no Jardim Acapulco, na Zona Oeste da cidade.

Depois, ladrões furtaram, por volta das 9h, uma motocicleta Honda CG Titan, vermelha, placa DFA-9176, de Marília, pertencente a Simone Pacola. Ela é cuidadora de idosos e estava dando banho em um senhora, quando furtaram a motocicleta, que usa para o trabalho.

Em seguida, furtaram uma motocicleta Yamaha, azul, ano 1972, placa DGA-4696, pertencente ao músico Vilson de Marchi. A moto estava estacionada em frente a casa dele, na Rua Adamantina, no Bairro Castelo Branco. Outros casos foram registrados.

Na madrugada, furtaram um veículo Passat, verde ano 86, placas BZY-2011, de Parapuã, do estudante Felipe Alvares dos Santos, 22 anos, residente em Pompéia. O furto ocorreu na região do Campus Universitário, também na Zona Oeste.

SANTANA DEPENADO

Um veículo Santana, vermelho, com placas de Marília, foi localizado depenado e abandonado numa estrada vicinal que liga Tupã a Bastos. Não há queixa de furto sobre o carro, que estava sem o motor, as rodas e acessórios. O proprietário do veículo reside em Marília. Um Fiat Fiorino, que havia sido furtado na Zona Norte, também apareceu depenado, sem as quatro rodas, num aterro próximo ao Distrito de Padre Nóbrega.

CARROS ANTIGOS

Os alvos dos ladrões têm sido veículos com média de 15 a 20 anos de uso. São levados e depenados, principalmente com a retirada de todas as rodas, estepe e pneus, além de baterias e alguns acessórios. A suspeita é que desmanches clandestinos de veículos, provavelmente na região, estejam fazendo a receptação desses produtos. O comerciante Carlos Vicente, teve seu Monza, ano 88, furtado enquanto ele fazia um curso no Sebrae, à noite. Dois depois, o carro foi localizado abandonado próximo à favela da Vila Barros, sem as quatro rodas, estepe e bateria. Já o aposentado Pedro Camacho deu sorte. Furtaram seu Gol, ano 97, durante o dia, defronte sua residência, na Vila São Paulo. Ladrões abandonaram o carro no extremo na Zona Sul. Ao buscar o veículo, Camacho constatou que o câmbio estava travado. Ele havia colocado quatro pneus novos no carro recentemente.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black