RADAR DO JP: Fadel rasgou o contrato, secretário toma bronca e os rolos das rádios

September 9, 2017

 

PUXÃO DE ORELHAS NO SECRETÁRIO

Um vídeo gravado pelo prefeito Daniel Alonso, após "acertar os ponteiros" com a diretoria da Creche Juventude Católica, na manhã do dia 7 de Setembro, mostra todos bem comportados. Mas não foi bem assim o encontro. Diretores da entidade reclamaram muito ao prefeito do secretário Beto Cavallari. "Ligamos umas quinze vezes e você não atendeu, Beto", se queixaram. O secretário justificou também que "não sabia" de uma reunião convocada pela diretoria da entidade com os pais, para tratar dos cortes de alimentação, professores e funcionários pela Prefeitura. "Protocolamos o ofício e temos a assinatura", rebateram os diretores da Creche. Ao deixarem a entidade, o prefeito deu uma bronca no secretário. "Entidades parceiras têm que atender", resumiu.

 

FADEL BRAVO. RASGOU O CONTRATO

Alguns dias antes de ser demitido, o diretor-presidente da Codemar, Renê Fadel, participou de uma reunião no gabinete do prefeito Daniel Alonso (PSDB), onde estavam presentes assessores e diretores de outras autarquias. O diálogo de Fadel com o prefeito foi bastante ríspido e ele (Fadel) chegou a rasgar um contrato que a Prefeitura faria com a Codemar, para operações tapa buracos.EM TEMPO: Daniel Alonso disse que Fadel foi demitido porque não cumpriu metas. "As metas na Codemar são altas!", observou. E como são! Segudo Tato, a cidade tem dois milhões de buracos!

 

OLHA A FEDERAL AÍ,GENTE!

O rolo com a lacração das Rádios Clube AM e Itaipu FM, pela Justiça Federal, ainda vai dar muito pano pra manga. Há quem diga que a situação é bastante complicada juridicamente. Horas antes da chegada da Polícia Federal na sede da emissoras, o prefeito Daniel Alonso esteve lá, falando em cadeia nas duas emissoras, que tem como gerente a filha dele, Daniele Alonso. Agradeceu à proprietária da emissora, Luciana Ferreira, "pelo espaço aberto" e reclamou de outras rádios "que só acatam, atacam e querem destruir o Daniel".  O Ministério Público Federal apontou que o contrato de arrendamento das Rádios custa R$ 280 mil por ano.

 

DESAFIO EM PRAÇA PÚBLICA

Na entrevista em cadeia, o prefeito desafiou os radialistas Giroto Filho, do jornalismo da Jovem Pan FM e José Henrique, do "Jornal da 950", para um debate com ele em praça pública. "Pode ser em uma praça na Zona Sul ou na Zona Norte", sugeriu Daniel Alonso. EM TEMPO: Giroto Filho está viajando no feriadão e informou que "tratará do assunto" na próxima segunda-feira. Zé Henrique ainda não se manifestou.  

 

LICITAÇÃO FAJUTA

A primeira "baixa" da Rádio Clube AM com as benesses do Poder Público foi em março deste ano, quando a Justiça mandou cancelar um contrato da Câmara Municipal com a emissora, que recebia cerca de R$ 7 mil mensais pelas transmissões de parte das sessões camarárias. Uma denúncia de ilegalidades no processo licitatório feito pela Câmara resultou no fim do desperdício de dinheiro público.

 

PERSEGUIÇÃO?

O vereador Danilo da Saúde (PSB) disse na sessão camarária da segunda-feira (4), estar indignado com perseguição de alguns setores da Prefeitura. Não citou nomes, mas afirmou que uma pessoa que tem parentesco com ele está sofrendo perseguição. "Uma covardia", enfatizou.

O vereador disse que tem feito apontamentos na Câmara em relação a problemas da cidade. "Nada em caráter pessoal". Ele considerou as perseguições e retaliações "uma prática condenada da velha política".

O vereador José Luiz Queiroz (PSDB) declarou solidariedade ao companheiro Danilo. "Eu também repudio essas atitudes". EM TEMPO: Danilo tem uma irmã que atua como psicóloga na Prefeitura através de convênio com a Maternidade Gota de Leite.

 

ESTÃO AQUI AS MULTAS!

                         Vereador Luiz Nardi diz que vai mostrar as multas na sessão de segunda-feira (11)

 

Na sessão camarária anterior, o vereador Luiz Nardi (PR) criticou o fato da Prefeitura ter multado munícipes por conta dos famosos "puxadinhos" e telheiros, antes da aprovação de um projeto de lei que deu um prazo para regularizações nesse sentido. O líder do prefeito na Câmara, vereador Marcos Rezende (PSD) contestou Nardi e garantiu que não havia sido aplicada nenhuma multa desta natureza.

Na sessão da segunda-feira, o vereador Nardi levou ao plenário doze multas aplicadas em moradores por questões dos tais "puxadinhos". Prometeu abordar o assunto na próxima sessão. 

 

QUEM MANDA?

Os vereadores também aprovaram na sessão desta segunda-feira, um projeto de lei que transfere a administração do Terminal Rodoviário Urbano, da Emdurb para a Prefeitura. EM TEMPO: na real, a Emdurb inteira já está sendo administrada pela Prefeitura, já que o atual chefe de gabinete do Executivo, Márcio Augusto Spósito é diretor interino da autarquia desde janeiro. 

 

ARGH!!!!!

Antes de deixar o cargo de diretor do Daem, José Carlos de Souza Bastos, o Beca, enviou um ofício à Câmara Municipal esclarecendo de maneira "direta" alguns motivos pelos quais ele é contra as fontes de água espalhadas pela cidade, boa parte das quais em estado deplorável:

"A qualidade da água das fontes fica prejudicada pelo mau uso, com pessoas que depredam, furtam fiações e torneiras, defecam e urinam nas fontes e colocam a boca com doenças transmissíveis nas torneiras, além de usar as fontes para atividades ilícitas", citou Beca no ofício. Entre as atividades ilícitas nas fontes estão prática de sexo e uso de drogas. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

-

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black