Prefeitura desclassifica a Coopus e abre negociação com a Unimed para fornecer planos aos servidores

October 3, 2017

              Partes do relatório que desclassificou a Coopus e habilitou a Unimed

 

 

EXCLUSIVO

 

Em reunião na manhã desta terça-feira (3), membros da Divisão de Licitação da Prefeitura de Marília decidiram acatar parcialmente um recurso da Unimed contra a operadora de planos de saúde Coopus. As duas empresas disputam um Pregão aberto pela Prefeitura para contratação de empresa do setor para atender os cerca de 5.600 servidores municipais da ativa e mais cerca de 1.700 inativos.

O processo começou no dia 13 de setembro e foi vencido pela Coopus, que ofertou valor menor que a Unimed para fornecer os serviços. A diferença menor da Coopus foi de R$ 95 mil, com oferta total de R$ 28.800.000,00. 

A Unimed, que há longas décadas presta estes serviços à Prefeitura, entrou com recurso apontando irregularidades da documentação da concorrente pedindo sua desclassificação do certame.

"Foi comunicada a inabilitação e desclassificação da  licitante Coopus Planos de Saúde Ltda e convocada a licitante Unimed de Marília Cooperativa de Trabalho Médico para negociação", cita a Ata da reunião de hoje na Divisão de Licitação. 

Após a desclassificação da Coopus, foi aberto o segundo envelope da Unimed, com proposta de R$ 28.800.000,00, sendo habilitada e e selecionada para exercer o direito de preferência.

ENTENDA O CASO

Há décadas, o serviço vem sendo realizado pela Unimed, mas em fevereiro deste ano, o Tribunal de Contas do Estado decidiu como ilegais os repasses de cerca de R$ 460 mil que eram feitos pela Prefeitura à Associação dos Servidores Públicos Municipais de Marília,. para pagamento da parte patronal do convênio.

Desde então, está em curso um contrato de emergência entre a Prefeitura e a Unimed, para continuidade do atendimento aos servidores municipais. Este contrato terminou no último dia 19 de agosto.

Em reunião com servidores e o Sindicato da categoria, nesta segunda-feira (11), o prefeito Daniel Alonso (PSDB) garantiu que ninguém irá pagar valores integrais do plano pela Unimed. A Coopus atende os funcionários da Casa Sol, de propriedade do prefeito Daniel Alonso e é rejeitada pelos servidores por ter poucos médicos e hospitais conveniados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle

© 2017 por "JP. Povo