Unimed dobra preços de contratos e revolta servidores municipais

November 16, 2017

           Prefeito Daniel Alonso (PSDB) e os novos contratos com a Unimed: preços assolando os servidores

 

Servidores públicos municipais de Marília estão revoltados com valores cobrados pela Unimed para efetivação de contratos de planos de saúde com a categoria por meio de convênio com  a Prefeitura. 

Com o fim da parceria com a Associação dos Servidores Públicos Municipais, que recebia os repasses da Prefeitura e pagava a Unimed, os contratos, desde a semana passada, começaram a ser feitos pelos servidores diretamente com a Unimed.

A categoria foi convocada pela Cooperativa para comparecer à Casa do Médico (até o final desta semana) para "renovar" os contratos. Mas a maioria absoluta dos servidores não está aderindo ao novo sistema, uma vez que os valores dos contratos estão praticamente dobrando.

Outro problema é com relação a servidores e beneficiários que estão com consultas, tratamentos e cirurgias já programadas. A revolta é geral!

A Unimed se limita a apresentar uma tabela de cálculos para cada servidor, com os preços dobrados em relação ao que vinham pagando os servidores e pronto: ou paga ou fica sem plano de saúde. A Prefeitura ainda não se manifestou sobre o problema. 

CONVÊNIO SUSPENSO E NOVA LICITAÇÃO

Há longos anos, o convênio entre a Unimed e os servidores municipais era administrado pela Associação dos Servidores Públicos Municipais de Marília. No início deste ano, o Tribunal de Contas das União (TCE) decidiu que o sistema de repasses feitos pela Prefeitura à Associação era irregular. A partir disso, o convênio foi suspenso e firmado um contrato emergencial entre a Prefeitura e a Unimed.

Na época, em março, o prefeito Daniel Alonso (PSDB) garantiu que não haveria aumento de valores nos planos. Mas, em abril, houve um reajuste na ordem de 17% dos planos dos servidores com  a Unimed.

A Cooperativa venceu a nova licitação concluída no mês passado e agora, está tentando "renovar" os contratos com os servidores. 

TRABALHO DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES

    Joel Rocha, presidente da Associação dos Servidores: sempre lutou para manter o equilíbrio dos preços

 

O convênio dos servidores com a Unimed vinha sendo administrado pela Associação dos Servidores Públicos Municipais, que tem como presidente o advogado Joel Rocha. E foi graças ao trabalho dele, ao longo dos últimos anos, que os preços dos contratos de planos de saúde entre os servidores e a Unimed vinham sendo equilibrados e mantidos dentro das condições salariais da categoria e com assistência integral à categoria. 

Joel Rocha, inclusive, participou de cursos e seminários sobre a gestão de planos de saúde. Com esses conhecimentos técnicos, além de sua experiência administrativa, o presidente da Associação dos Servidores conseguiu, com esses esforços, manter o convênio com a Unimed de Marília, garantindo total assistência aos servidores públicos, suas famílias e seus dependentes. Aliás, o próprio Joel Rocha interviu muitas e muitas vezes em casos excepcionais onde servidores e beneficiários necessitavam de algum tipo de serviço extra da Unimed. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black