Liberadas pela Justiça, Rádios Clube e Itaipu já estão no ar

November 30, 2017

                   Parte final da decisão judicial que autorizou a reabertura das rádios, nesta quinta-feira.  

 

Em audiência que durou cerca de 1h30 na tarde desta quinta-feira (30), o juiz da 2ª Vara da Justiça Federal em Marília, Luiz Antonio Ribeiro Marins, reverteu uma decisão adotada em setembro passado e autorizou a reabertura das Rádios Clube AM e Itaipu FM. O Ministério Público Federal se manifestou contra a reabertura das emissoras e vai recorrer da decisão no Tribunal Regional Federal. 

O magistrado ressaltou que a decisão dele é "tão somente para autorizar a reabertura da RÁDIO CLUBE DE MARÍLIA LTDA. E DA RÁDIO ITAIPU DE MARÍLIA LTDA., sem a gerência , participação ou colaboração das corrés ESTÚDIO DM DE MARÍLIA LTDA, CANDELÁRIA LOPES BEATO E DANIELE MAZUQUELI ALONSO FERNANDES...".

O advogado Tayon Soffner Berlanga, que representa Daniele no processo, anunciou que vai recorrer da decisão que afastou sua cliente da gerência das emissoras. "Tomaremos este caminho porque existe a ausência de fundamentação jurídica na decisão", explicou ele. 

                  Mandado para retirar os lacres das emissoras após a audiência na Justiça Federal

 

Na decisão que reabriu as emissoras, o juiz baseou-se em uma nova legislação que regula o setor de comunicações, que entrou em vigor em agosto deste ano e não teria sido observada na decisão que resultou na lacração da Rádios, no dia 8 de setembro passado.

Pelo lado político, o prefeito Daniel Alonso comemorou a decisão que afastou sua filha das Rádios, embora ela continue figurando no processo. Isto porque a exposição de Daniele na mídia como ré em ação judicial criou problemas de natureza familiar.

As duas emissoras voltaram ao ar no início da noite desta quinta-feira, somente com músicas. 

        Prefeito Daniel fala nas Rádios Clube e Itaipu, que eram gerenciadas por sua filha, Daniele Alonso

 

QUEM VAI PAGAR AS MULTAS?

Outra questão da ação refere-se ao pagamento de multas de R$ 288 mil, determinadas pelo Ministério Público Federal no bojo da Ação. As Rádios estão de volta ao ar. Ok! Mas, com a sociedade desfeita desfeita entre as proprietárias das emissoras e as empresa de Daniele Alonso e Candelária Beato., fica a indagação: quem vai quitar a fatura?

As multas foram uma das obrigações impostas pelo MPF às proprietárias das Rádios Clube AM e Itaipu FM, bem como de Daniele Alonso e uma empresa ligada à ela,  a Estúdio DM de Marília Ltda.

Luciana Ferreira e Camila Gomes Ferreira Rodrigues, donas das Rádios, têm que pagar R$ 120 mil à União e Daniele Alonso e Maria Candelária Lopes Beato (que arrendava as emissoras antes desse rolo) terão que pagar R$ 168 mil. As multas são referentes a arrendamentos ilegais das emissoras entre as partes.

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo