QUALIDADE DE ENSINO: Destaque nacional, Unimar segue no Grupo de Excelência do Ministério da Educação

December 2, 2017

A Universidade de Marília (Unimar) segue formando profissionais éticos e qualificados a atender as expectativas do mercado em suas mais diversas áreas. Essa experiência e qualidade de ensino ofertada mantém a Instituição no Grupo de Excelência do Ministério da Educação (MEC) e em evidência nas principais avaliações brasileiras como o Guia do Estudante e Ranking Universitário.

O próprio MEC, através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), divulgou nesta semana o resultado do Índice Geral de Cursos (IGC/2016) atribuindo nota quatro à Unimar, em uma escala de 1 a 5 e manteve a Instituição no chamado Grupo de Excelência (grupo de Universidades que atingem notas quatro e cinco nesta avaliação). O resultado ainda colocou a Unimar entre 15 melhores Universidades do Estado de São Paulo, entre instituições públicas e privadas.

Na avaliação individual deste ciclo, destaque para os cursos de Biomedicina, Enfermagem, Engenharia Agronômica, Fisioterapia, Medicina Veterinária e Nutrição que atingiram nota quatro no Conceito Preliminar de Curso (CPC). A divulgação do resultado reafirma a qualidade de ensino da Unimar e a sua posição de destaque em relação as demais instituições da cidade e região. Mais informações e a classificação dos cursos e Instituições de Ensino podem ser obtidas no site do INEP http://portal.inep.gov.br/indice-geral-de-cursos-igc- .

Ainda em 2017, a Editora Abril distribuiu 49 estrelas do Guia do Estudante (GE) aos cursos da Universidade de Marília com destaque para os cursos de Ciências Contábeis, Educação Física, Direito e Publicidade e Propaganda que receberam quatro estrelas cada. Já a Folha de São Paulo, um dos principais veículos de comunicação do Brasil, reafirmou a qualidade da Unimar apontando seus 23 cursos entre os que formam melhores profissionais, segundo o Ranking Universitário.

No RUF 2017 três cursos da área da saúde e um curso de ciências agrárias ganharam destaque. A Medicina da Unimar está entre os nove melhores cursos do Estado de São Paulo, entre públicas e privadas, terceiro melhor contando apenas cursos privados em SP e sétimo no Brasil. O curso de Medicina Veterinária também ficou entre os quatro melhores particulares e é o 23º no país, quarto melhor em São Paulo.

O curso de Biomedicina está entre os 20 melhores, enquanto a Fisioterapia da Universidade ocupa a 28ª posição em todo o Brasil. Cursos como Administração, Ciências Contábeis, Direito, Psicologia, Publicidade e Propaganda e Nutrição, esse último também com nota quatro no MEC, estão muitas posições acima dos mesmos cursos de toda a região.

De acordo com o Reitor da Universidade, Dr. Márcio Mesquita Serva ambas conquistas vêm de encontro a qualificação e o comprometimento de todo o corpo docente, do ótimo desempenho dos alunos e da Mantenedora que não mede esforços para ter uma Instituição melhor a cada dia.

“Essa atmosfera positiva que envolve a Universidade de Marília possui papel fundamental na realização dos sonhos dos estudantes e formandos que possuem

maior crescimento profissional, seja por conquistar novo emprego, por alcançar a promoção tão desejada ou ainda por tornar-se referência no mercado”, explica.

 

EVENTO

Após o sucesso das apresentações de trabalho,

Dr. Orides Mezzaroba fecha Simpósio de Iniciação Científica

 

Sucesso total. Com o Anfiteatro da Reitoria completamente lotado, o 12º Simpósio de Iniciação Científica e o 7º Encontro de Pós-Graduação foram encerrados de forma brilhante pelo consultor e Pesquisador de Produtividade do CNPq, coordenador do mestrado profissional da UFSC e presidente nacional do CONPEDI, Dr. Orides Mezzaroba.

Tradicional na Universidade, os encontros científicos agitam acadêmicos, docentes e pós-graduandos que têm a oportunidade de mostrar seus trabalhos e pesquisas através de pôsteres e apresentações orais. Na edição deste ano, ambos eventos totalizaram mais de 530 trabalhos de pesquisa em todo o Campus da Universidade. Segundo a coordenadora do Núcleo Integrado de Pesquisa e Extensão (Nipex), Dra. Walkiria Ferrer o Simpósio tem o objetivo de divulgar as pesquisas do corpo discente e docente através da apresentação dos trabalhos.

Após três dias de apresentações, estudantes de diversos cursos da Universidade se reuniram no Anfiteatro da Reitoria e interagiram com Mezzaroba, também docente da Universidade Federal de Santa Catarina, que palestrou “(Re)pensando os fundamentos do conhecimento: desafios para a articulação entre ensino, pesquisa e extensão”.

Para a Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Fernanda Mesquita Serva foi uma incrível oportunidade de interagir com um profissional de sucesso. “O Dr. Orides vem contribuir com esse evento que faz com que a comunidade acadêmica se reúna para pensar, pesquisar e apresentar os resultados de seus esforços. Nos sentimos muito honrados por recebe-lo” finaliza.

Segundo Walkíria Ferrer, os eventos científicos foram sucesso e receberam pesquisadores de diversas partes do Brasil. “Estamos muito felizes. Se você imaginar que cada pesquisa envolveu mais de duas ou três pessoas é possível dizer que esse contato científico atingiu milhares de estudantes e docentes”, explica.

Para ela, a troca de informações é de suma importância para fomentar o conhecimento dos envolvidos, além de valorizar o currículo lattes, diferencial no mercado, em concursos e na seleção de docentes. “As pesquisas, apresentadas oralmente ou em forma de painéis, rendem livros indexados, que serão referência para novos trabalhos”, comenta a docente.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black