Macaco é encontrado morto em Marília e Saúde investiga a causa. Inclusive febre amarela

January 15, 2018

                     Macacos mortos estão sendo investigados pela saúde pública (Foto ilustrativa)

 

A Secretaria Municipal da Saúde informou que foi acionada pela Polícia Militar Ambiental, no último dia 6 para procedimento técnico em função da localização de um macaco morto, em um condomínio de luxo na  zona leste da cidade. O animal foi recolhido e uma amostra encaminhada ao Instituto Pasteur, em São Paulo, para análise das causas da morte. 

A Divisão de Zoonoses deu início, de forma imediata, ao protocolo para prevenção de doenças como a Febre Amarela, realizando a nebulização na área e o bloqueio de criadouros do mosquito Aedes Aegypti.

A Saúde Municipal esclarece que toda localização de primata morto é investigada. Esclarece ainda que o animal não transmite febre amarela ao homem e lembra que ataques a animais silvestres, com morte ou maus tratos, é crime ambiental.

A melhor forma de prevenção de doenças como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela é a eliminação de criadouros do mosquito Aedes Aegypti

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black