RADAR DO JP

January 18, 2018

 

 

CAMARINHA SUGERE NOMES PARA O GOVERNO DANIEL ALONSO

                       Camarinha, então prefeito, com a secretária da Educação, Célia Branco, em evento

O deputado Abelardo  Camarinha (PSB) usou os microfones da Rádio 950, nesta quinta-feira (18) e sugeriu alguns nomes para integrar o governo de Daniel Alonso (PSDB). "São pessoal que já trabalharam por Marília e podem continuar ajudando a cidade", explicou. Camarinha pediu que o prefeito seja humilde e aceite as sugestões.

"Coloque a professora Célia Branco na secretaria da Educação, ela é competente e tem experiência. Coloque o Rosa Lima (engenheiro) na Codemar, coloque o Ninho (ex-secretário de Obras), o Vilela  (ex-secretário da Fazenda)...eles vão ajudar a tirar a cidade do fundo do poço", disse o deputado. 

 

A SEGUNDA BAIXA EM MENOS DE 20 DIAS

A exoneração do secretário municipal da Educação, Beto Cavallari, foi a segunda baixa no governo de Daniel Alonso neste início de ano. A primeira foi a queda do secretário de Obras, Avelino Modelli, o Lino. No lugar dele, assumiu o engenheiro André Luiz Ferioli.

 

CONTINUARAM NO ATUAL GOVERNO

                                     Cassinho e Lino: da gestão passada para a atual gestão

 

Lino, que continua no governo na função de carreira de engenheiro elétrico, já havia sido secretário de Obras na gestão de Vinícius Camarinha. Outro que ocupa cargo de alto escalão no atual e governo e carrega a marca Camarinha é o secretário do Trabalho, Cássio Luiz Pinto, o Cassinho, que também ocupou o mesmo cargo na gestão passada. 

 

DIRETORAS NA CÂMARA. TENTAVAM "SEGURAR" O BETO

Um grupo de cerca de dez professoras e diretoras e escolas municipais esteva na Câmara Municipal, na tarde desta quinta-feira. Elas foram pedir apoio ao presidente da Casa, Wilson Damasceno (PSDB) para evitar a exoneração de Beto Cavallari. Enquanto falavam com o presidente do Legislativo, a Prefeitura divulgou nota oficial confirmando a saída do referido secretário. 

 

CHAMEGO DO PREFEITO COM PRESIDENTES DE ASSOCIAÇÕES DE MORADORES DEIXA VEREADORES MELINDRADOS 

O prefeito Daniel Alonso e assessores vão se reunir nesta sexta-feira (19) com diversos presidentes de associações de bairros da cidade. No convite enviado a eles, foi grifado que os mesmos deverão levar seus pedidos por escrito na reunião. EM TEMPO: vereadores estão reclamando dessa conduta do prefeito. Entendem que só há um intercessor entre o povo e o Poder Executivo: o Legislativo. "Tivemos votos, representamos a comunidade", discursou tempos atrás na tribuna a vereadora Daniela D'Ávila, ao comentar a questão das associações de moradores e a prefeitura. Damasceno também já manifestou seu descontentamento nesse sentido ao próprio prefeito. 

 

FOI BUSCAR R$ 300 MIL. SAIU COM POUCO MAIS DE R$ 1

A esposa de um sindicalista aqui de Marília ligou para ele, na semana passada, avisando que tinha ganhado R$ 300 mil na Loto Fácil. Avisou que já estava doando um dos veículos para uma entidade assistencial e que o marido poderia ir buscar o dinheiro na Caixa Federal. Munido da aposta, o sindicalista foi à uma agência da CEF acompanhado de dois seguranças. Entregou a aposta ao gerente (seu conhecido) e pediu que o mesmo colocasse a grana em uma sacola. O gerente disse que tinha uma pasta mais apropriada para o transporte e foi conferir a aposta. Minutos depois, retornou com pouco mais de R$ 1 e avisou que era o valor pago pela aposta. Ou seja, a esposa do sindicalista havia se enganado. Virou um misto de xingos e risos. 

 

ROLOS NO CONSELHO TUTELAR

O JP recebeu a seguinte informação de integrante do Conselho Tutelar em marília:

"Olha a que ponto chegamos: recebemos a ligação de uma pessoa da TV TEM na quinta-feira  querendo fazer uma matéria com o conselheiros sobre o atraso do nosso 13°. Marcamos para a sexta-feira às 14:30 hrs e quem apareceu foram 2 funcionários da prefeitura indagando porque chamamos a TV TEM e que não resolveríamos nada dessa forma.

Mostramos na lei do Conselho Tutelar onde diz que temos que receber o 13° até o dia 20 de dezembro, porém até o momento não recebemos. Foi uma discussão intensa, mas o pior é que a hora passou e nada de TV TEM. Ligamos para saber e disseram que não poderiam ir, pois a repórter passou mal...".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black