Motorista de carreta que provocou acidente com morte de criança e vítimas graves no Contorno não paga fiança de R$ 10 mil e permanece preso. Ele estava alcoolizado

March 12, 2018

"Ganho R$ 1,8 mil por mês e vou entrar em contato com a empresa para saber como fica, pois não tenho condições de pagar isso". As palavras são do motorista Euclides Lopes Filho, de 55 anos, residente em Guarulhos, que dirigia uma carreta que provocou um grave acidente na noite deste domingo (11) na Rodovia do Contorno, em Marília, próximo ao viaduto da Via Expressa Sampaio Vidal. O delegado Guilherme Barreto Marzola decretou a prisão em flagrante do motorista e estipulou uma fiança de R$ 10 mil para liberar o mesmo. Ele trafegava  com a carreta, Volvo, Tractor, placas de Artur Nogueira (SP) e seguia para o Estado de Goiás, puxando uma plataforma com dois tubos de ferro. Dirige carretas há 8 anos e disse que foi o primeiro acidente grave em que se envolveu. 

Trafegava no sentido H.C ao Campus Universitário. Euclides Lopes, em teste de bafômetro realizado pela Polícia Rodoviária Estadual, estava alcoolizado. Ele disse que havia ingerido bebida alcoólica na hora do almoço. Relatou, no B.O, que percebeu que o cavalo apresentava problemas, parou sobre as faixas de rolamento e a carreta passou a andar para trás.  Tentou frear mas não conseguiu e o reboque ficou atravessado na pista. 

                                             

      A família que estava no Golf, O garoto Eduardo, de 10 anos, morreu na hora (foto: Facebook)

 

Em entrevista ao repórter Jair Matos, da Rádio 950, o motorista relatou detalhes do acidente. "Eu trafegava pela rodovia, quando houve um problema mecânico e a carreta parou de engatar as marchas. Eu tentei frear, mas não consegui e joguei no barranco, mas o Golf colidiu com a lateral e foi prensado pelo ônibus que vinha logo atrás. Também sou pai de família, fico triste porque morreu uma criança, mas não tive como evitar", disse o motorista da carreta. O ônibus envolvido é da Empresa Andorinha, cujo condutor, Mário Antonio Rosário, de 53 anos, não sofreu ferimentos.

O Golf, preto, 2015, com placas de Assis, era dirigido por Hélio Fernando de Aguiar, der 42 anos, que estava companhado da esposa, a professora Bruna Marques Comelli de Aguiar, de 35 anos e dois filhos menores, Hélio Fernando de Aguiar Filho, de 11 anos (que está internado no Hospital Materno Infantil) e Eduardo Comeli de Aguiar, de 10 anos, que faleceu no local. O casal permanece internado em estado grave, no Hospital das Clínicas. 

 

 A carreta era dirigida por Euclides Lopes, de 55 anos e carregava

dois tubos grandes de ferro

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black