Leitor faz denúncias e pede auditoria no Centro de Reabilitação "Lucy Montoro". Famema nega irregularidades

March 15, 2018

Um leitor que pediu para não ser identificado, encaminhou via-email ao JP, uma série de denúncias sobre eventuais problemas que acontecem no Centro de Reabilitação "Lucy Montoro", em Marília. O órgão foi inaugurado em 2014, pelo Governo do Estado. 

Citou "loga espera" dos pacientes para receber cadeira de rodas e também para iniciar os tratamentos. "Tem pessoas que esperam cadeiras simples por mais de dois anos e, os equipamentos doados, nem sempre são de boa qualidade".

O leitor menciona ainda que "não tem médico para atender pacientes que passam mal durante a fisioterapia por exemplo. Isso é preocupante, pois são atendidos pacientes muito graves que necessitam de médico prontamente.Quando o profissional de saúde tira férias ou pede demissão, o paciente fica sem atendimento por semanas ou até alguns meses, não tendo cobertura no atendimento. Isso prejudica o tratamento, e compromete a recuperação".

Em outros trechos, o leitor cita que "se faz necessário uma auditoria externa para averiguar a real situação deste Centro. Inclusive verificar a competência técnica da Diretoria, pois constatei, em consulta na Associação Brasileira de Fisiatria, que os médicos não tem título de especialista que é exigido para ocupar tal cargo. Outra constatação que fiz, foi que ao telefonar para o CRM/ SP - Regional Marília, pelo telefone 014 3454 1448, recebi a informação que o Centro de Reabilitação Lucy Montoro, não tem registro como Estabelecimento de Saúde. Isso é um descaso com a saúde".

FAMEMA

O JP entro em contato com a assessoria de imprensa da Famema (Faculdade de Medicina e Enfermagem de Marília), que administra o Centro de Reabilitação "Lucy Montoro". Em nota, a instituição explicou que "o Centro de Reabilitação Lucy Montoro de Marília (CRLM) preza pela humanização no atendimento, com uma média de 90 dias de espera para iniciar o tratamento". 

Citou também que "o Centro de Reabilitação Lucy Montoro de Marília, inaugurado em junho de 2014, realizou até hoje mais de 100 mil atendimentos com hora marcada, prezando sempre pela qualidade, respeito e humanização".

 

DENÚNCIAS DO LEITOR:

"Venho, por meio desta fazer uma denúncia, de algumas irregularidades que encontrei no Centro de Reabilitação Lucy Montoro, sediado em Marília.

Tenho amigo que é atendido por essa Instituição e, sempre acompanho o mesmo, para seu tratamento e, por ter proximidade com outras pessoas que se valeram dos serviços prestados pelo referido Centro, comecei a ouvir dos mesmos e de pessoas que estavam sendo atendidas, informações de como é o atendimento na referida Instituição e, constatei que existem alguns problemas, nos serviços efetuados à população.

Relataram que existe uma longa espera para receber cadeiras de rodas e também para iniciar os tratamentos. Tem pessoas que esperam cadeiras simples por mais de dois anos e, os equipamentos doados, nem sempre são de boa qualidade, pois danificam com facilidade. E existe uma demora em fazer consertos nos mesmos.

Que não há médicos especialistas na área de Fisiatria, suficientes, para a demanda que se faz necessária no Centro. Por isso, o atendimento fica prejudicado, pois, existe uma demora enorme na avaliação médica. Em certos períodos de funcionamento do Centro não tem médico para atender pacientes que passam mal durante a fisioterapia por exemplo. Isso é preocupante, pois são atendidos pacientes muito graves que necessitam de médico prontamente.

Quando o profissional de saúde tira férias ou pede demissão, o paciente fica sem atendimento por semanas ou até alguns meses, não tendo cobertura no atendimento. Isso prejudica o tratamento, e compromete a recuperação.

Quando um paciente pede para falar com a Diretora Técnica, ela sempre se esquiva de atender e manda um outro funcionário para atender o paciente.

Por conta do que ouvi e vi, resolvi fazer uma pesquisa mais apurada sobre a situação da Instituição em foco.

Se faz necessário uma auditoria externa para averiguar a real situação deste Centro. Inclusive verificar a competência técnica da Diretoria, pois constatei, em consulta na Associação Brasileira de Fisiatria, que os médicos não tem título de especialista que é exigido para ocupar tal cargo. Outra constatação que fiz, foi que ao telefonar para o CRM/ SP - Regional Marília, pelo telefone 014 3454 1448, recebi a informação que o Centro de Reabilitação Lucy Montoro, não tem registro como Estabelecimento de Saúde. Isso é um descaso com a saúde.

Mais uma vez, a população está sendo ludibriada. Aí reside minha indignação.

Estamos vivendo num período de descobertas em que, estão vindo à tona, erros Históricos, onde quem sofre é o povo brasileiro.

Estou fazendo essa denúncia na esperança de que, esses pequenos desvios de conduta, comecem a ser revelados e resolvidos.

Sem mais para o momento, despeço-me, na esperança de que os órgãos públicos, coloquem às claras suas atitudes, para que tenhamos mais consciência de que não estamos, mais uma vez, sendo enganados".

 

POSICIONAMENTO DA FAMEMA

Diante da solicitação de resposta para a denuncia em questão, seguem as seguintes informações:
O Centro de Reabilitação Lucy Montoro de Marília (CRLM) preza pela humanização no atendimento, com uma média de 90 dias de espera para iniciar o tratamento reabilitacional, adotamos medidas baseadas em indicadores de qualidade com o intuito de amenizar o impacto que a alta demanda na procura dos nossos serviços pode causar à comunidade.
Na busca pela excelência temos o compromisso em fornecer produtos de qualidade mesmo diante do desafio de atender o valor da tabela SUS e segundo pesquisa de satisfação 75% se mostraram satisfeitos ou totalmente satisfeitos referente as cadeiras de rodas entregues.
Apesar da dificuldade na contratação de Médico Fisiatra, o CRLM possui um número de profissionais suficiente para atingir a meta pactuada no convênio com a Secretaria da Saúde. Todos os médicos possuem Título de Especialista, sendo requisito mínimo para inscrição no Processo Seletivo. 
O atendimento de intercorrência clínica é baseado em escala de cobertura realizado pelos médicos da instituição com retaguarda do pronto socorro do Hospital das Clínicas de Marília.
A cobertura de férias é revisada pelo setor de coordenação de horários da Unidade com antecedência e tem por objetivo manter o programa reabilitacional dos pacientes com foco na abordagem psicoeducativa.
Com o objetivo de otimizar a resolução das demandas trazidas pelos nossos usuários existe um fluxo de  direcionamento destas para os setores pertinente sempre com a ciência da diretoria técnica, que quando necessário realiza a intervenção. 
A Rede Lucy Montoro conta com tecnologia de ponta e profissionais altamente capacitados que estão presentes em 17 unidades do Estado de São Paulo.  A unidade de Marília - CRLM - oferece serviços de reabilitação ambulatorial para pacientes com sequelas de AVC/AVE, traumatismo craniano, amputação, lesão medular, paralisia cerebral infantil e atraso de desenvolvimento neuropsicomotor e síndromes neurológicas. O fornecimento de Tecnologias Assistivas (órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção) está vinculado ao programa de reabilitação.
Para ter acesso ao atendimento no CRLM de Marília o paciente deve residir em um dos 62 municípios inseridos na região do Departamento Regional de Saúde (DRS-IX), e obrigatoriamente ser referenciado pelo serviço médico da Rede Básica de Saúde Pública, com indicação para reabilitação de alta complexidade. O agendamento para a triagem será realizado pela própria Rede Básica através do Sistema CROSS.
A assistência à saúde promovida pelo CRLM de Marília tem caráter multiprofissional e interdisciplinar, especializada na área da Medicina Física e Reabilitação, com o objetivo de atingir o maior nível de independência funcional para o paciente. O Centro de Reabilitação Lucy Montoro de Marília, inaugurado em junho de 2014, realizou até hoje mais de 100 mil atendimentos com hora marcada, prezando sempre pela qualidade, respeito e humanização.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black