Associação dos Funcionários do Complexo Famema cobra reajuste e benefício salariais e já ameaça greve

April 22, 2018

 

           Márcio Freitas, da Associação de Funcionários: ameaça de greve no Complexo Famema

 

Grande parte dos cerca de 2.400 funcionários do Hospital das Clínicas/Complexo Famema (Faculdade de Medicina e Enfermagem de Marília), está revoltada por não ter recebido os 3,5% de reajuste salarial concedido pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), retroativo a fevereiro. Cerca de 70% dos funcionários do Complexo também não receberam Vale Alimentação de R$ 12,00 por dia trabalhado. Ficaram com R$ 8,64 referentes ao benefício. 

O diretor da Associação dos Funcionários do Complexo Famema, Márcio Freitas, disse que esse imbróglio ocorre porque apenas cerca de 30% dos funcionários da instituição recebem salários e benefícios direto do Governo do Estado. 

O restante ainda está funcionalmente vinculado ao Complexo Famema, que recebe os repasses do SUS e faz os pagamentos desses  funcionários em uma folha específica.

"Na próxima terça-feira (24), estaremos reunidos na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, em São Paulo, com o apoio do deputado Camarinha, para buscar uma solução para esse impasse. Acreditamos no bom senso e empenho do Governo para atender os funcionários que estão sendo prejudicados. Caso contrário, a tendência é que uma greve seja deflagrada no Complexo Famema, o que seria um caos. Vamos tentar evitar isso", disse Freitas.

Nos últimos dias, foi realizado um abaixo-assinado dentro da instituição, coletando assinaturas de funcionários para reforçar a cobrança junto à diretoria do Complexo. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle

© 2017 por "JP. Povo