Ihoshi, Vinícius Raposo e Malheiros, que votaram contra investigar corrupção e a favor de proposta que prejudicou milhares de trabalhadores viram "cidadãos marilienses"

May 21, 2018

  Ihoshi, Vinícius Raposo e Malheiros: deputado que votaram contra investigar o povo e favor de proposta que prejudicou milhões de trabalhadores, viram "cidadãos marilienses"

 

Três deputados federais que votaram contra investigar a corrupção no governo de Michel Temer, envergonharam o Brasil a consequentemente os cidadãos de bem em Marília, estão recebendo o "honroso" título de cidadão mariliense.

Vinícius Raposo Carvalho PRB), pastor da Igreja Universal e deputado federal, natural do Rio de Janeiro, recebeu a "honraria" na última sexta-feira (18). Quem deu o título pra ele foi o vereador José Carlos Albuquerque (PRB). 

Esse deputado votou contra a proposta de investigar atos de corrupção no rejeitado governo de Michel Temer. E votou a favor da famigerada reforma trabalhista, que prejudicou milhões de brasileiros. 

Esta semana, quem vai receber o tal título será o deputado federal Walter Shindi Ihoshi (PSD). Esse também votou contra as investigações de corrupção no governo Temer e contra os interesses do povo ao dizer sim à nociva reforma trabalhista, que prejudicou milhões de trabalhadores brasileiros. E

Ihoshi ainda se posicionou a favor da terrível reforma da Previdência, que vai assolar milhões de trabalhadores que pretendem se aposentar. Outro ato vergonhoso dele foi marcar presença na Câmara dos Deputados e sair de fininho e rapidinho de viagem para curtir o carnaval. Ou seja, recebeu sem ao menos estar no Congresso.

O vereador Marcos Rezende (PSD) foi quem deu esse "honroso" título para Ihoshi, que se diz de Marília mas nunca morou aqui e não tem sequer familiares aqui. Quando passa por Marília, fica  hospedado em hotéis de luxo, com o povo pagando a conta. 

Mais um deputado federal que votou a favor do presidente Michel Temer e contra o povo, ajudando a enterrar as investigações de corrupção no governo e também vai se tornar "cidadão mariliense", é Sinval Malheiros (Podemos). Ele nasceu em Pindorama e atua pela região de Catanduva. Quem deu o título pra ele foi o vereador Evandro Galete (Podemos). 

"DEPUTADO QUE APOIA LADRÃO..."

 

"Deputado que apoia ladrão, 100 anos sem reeleição". Esse foi o tema de um grande protesto realizado na tarde deste domingo (6), em São Paulo. Milhares de manifestantes demonstraram revolta com o resultado da votação na Câmara dos Deputados que arquivou a denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB).

A votação na Câmara Federal livrou Temer de ser investigado pelo STF nos atos de corrupção e roubalheira do dinheiro público que deveria ser investido na Saúde, Educação, Segurança e outros setores. Os deputados Walter Ihoshi (PSD) e Vinícius Raposo Carvalho (PRB - pastor da Igreja Universal) votaram a favor de Temer e contra o povo. Eles se dizem "de Marília", mantém escritórios políticos aqui sempre fechados e quando vem à cidade se hospedam em hotéis de luxo, já que nem familiares eles têm por aqui,

Com cartazes com fotos dos deputados que votaram pelo arquivamento na sessão, o grupo se concentrava próximo ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista. 

Os parlamentares aprovaram, por 263 a 227, o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de autoria do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendava a rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR).

Com a decisão, os deputados livraram Temer de responder no Supremo Tribunal Federal (STF) a processo que, se instalado, provocaria o afastamento do presidente por até 180 dias. Agora, Temer responderá no STF somente após a conclusão do mandato, em 31 de dezembro de 2018.

O procurador-geral Rodrigo Janot ainda deverá apresentar outra denúncia contra Temer, por organização criminosa e obstrução de justiça. A acusação de Janot se baseia nas investigações abertas a partir das delações de executivos da empresa JBS no âmbito da Operação Lava Jato.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black