Polícia apreende mais 500 quilos de cocaína na região. Em quatro dias, uma tonelada da droga foi retirada de circulação! Dois presos

           Utilitário interceptado em Rinópolis com cocaína no fundo falso (Fotos: Nilton Mendonça)

 

Quatro dias após o flagrante de um veículo que saiu de Marília com meia tonelada de pasta-base de cocaína, outro utilitário foi flagrado pela Polícia Rodoviária Estadual em Rinópiolis (113 km de Marília).

Em ação conjunta com a Polícia Militar, foi interceptado um Renault/Master, nesta quarta-feira (4). Foi preso o motorista de 38 anos, prenome Fábio. Ele relatou aos policiais que pegou o carro em Presidente Prudente, pela manhã e levaria para o Bairro do Morumbi, na Capital.
Antes de ser parado em Rinópolis o condutor tentou fugir do cerco policial e foi acompanhado por diversas  viaturas policiais, chegando a bater contra uma viatura da Polícia Rodoviária Estadual.
Pelos cálculos da ocorrência, nos fundos falsos do veículo havia cerca de 500 quilos de cocaína.

VEÍCULO COM MEIA TONELADA DE PASTA-BASE DE COCAÍNA SAIU DE MARÍLIA

 

Um comerciante da Capital de 39 anos, sem antecedentes criminais, foi flagrado por policiais civis do Paraná e de São Paulo com pouco mais de meia tonelada de pasta-base de cocaína, neste final de semana, no trevo de acesso a Duartina. Segundo a Polícia Civil do Paraná, a droga está avaliada em cerca de R$ 15 milhões e as investigações prosseguem para tentar identificar os demais integrantes do grupo criminoso.

A atuação da organização vinha sendo investigada pela Divisão Estadual de Narcóticos do Paraná (Denarc) há aproximadamente três meses, com apoio do Polícia Civil.

Para tentar driblar fiscalização da polícia, quadrilha usou veículo com logotipo de fábrica de massas

Departamento de Polícia Judiciária do Interior 4 (Deinter-4) de Bauru. No final de semana, a Polícia Civil apurou que um grande carregamento de droga seguiria de Marília para São Paulo para posterior distribuição na cidade de Londrina, no Paraná.

No sábado (30), por volta das 21h50, policiais civis do Paraná e do Deinter-4 abordaram a van usada para o transporte do entorpecente, com o logotipo de uma fábrica de massas, na rodovia Lourenço Lozano (SP-293), no trevo de Duartina. Segundo a Polícia Civil, o veículo saiu da Capital às 12h, passou por Cabrália Paulista às 16h, seguiu até Marília e foi interceptado quando voltava para São Paulo.

Os tabletes de pasta-base de cocaína estavam escondidos em um fundo-falso na carroceria e totalizaram 554 quilos da droga. O motorista, o comerciante J.B.O., de 39 anos, morador da Capital, não forneceu informações sobre a origem e o destino do entorpecente, avaliado pela polícia em cerca de R$ 15 milhões. Ele foi levado à delegacia de Duartina e autuado em flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com o Denarc de Londrina, esta foi a maior apreensão de cocaína feita este ano

pelo órgão. Agora, segundo a Polícia Civil, as investigações terão continuidade no Paraná e em São Paulo, pela delegacia de Duartina, para tentar identificar e prender os demais membros dessa organização criminosa que utiliza rodovias dos dois estados para distribuir drogas a diversas regiões do País.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black