PC do B tem quatro pré-candidatos a deputados em Marília. Cidade já acumula 17 pré-concorrentes às eleições de outubro

July 10, 2018

 

               Décio dos Santos, Fábio Protetor, Liozina e Marquinhos do Daem: pré-candidatos

 

O PC do B tem quatro pré-candidatos a deputado estadual em Marília, para as eleições de 7 de outubro próximo. São eles: o comerciante Décio dos Santos, o ativista Fábio Protetor, a servidora estadual aposentada e conselheira do Conselho Tutelar de Marília, Liozina de Almeida Saraiva e o servidor público municipal (Daem) e capoeirista, Marcos Aurélio dos Santos.

Os nomes deles precisam ser referendados pela convenção estadual do partido, marcada para o próximo dia 29 de julho, em São Paulo. Liozina já foi candidata a deputada estadual pelo PC do B nas eleições de 2014 e obteve 1.666 votos.

Fábio protetor foi candidato a vereador pela legenda em 2016 e conseguiu 1.648 votos. Décio dos Santos e Marcos Aurélio devem estrear como concorrentes a cargo eletivo.

QUEM SÃO ELES?

Marília já tem 17 pré-candidatos a deputados (entre estaduais e federais), para as eleições do próximo dia 7 de outubro.
Os outros 13 pré-candidatos a deputado (além dos quatro do PC do B)  que pretendem disputar os votos de 169.931eleitores da cidade são: o atual deputado estadual Abelardo Camarinha (PSB), o filho dele, ex-prefeito Vinícius Camarinha (PSB), o médico e ex-deputado federal, Sérgio  Nechar (Patriota), a delegada aposentada Rossana Camacho (PSD), o ex-caminhoneiro Nildo Leite (PPL),  o autônomo Rogério Augusto Pavão (Podemos - filho do ex-deputado federal e ex-vereador, Pedro Pavão) e o policial militar da reserva, Marcos Farto (Solidariedade).
Dos que foram candidatos nas eleições de 2016, estarão na disputa este ano, além de Vinícius, o empresário de comunicação, Marcos Juliano (Rádio Campestre), do Solidariedade.O prefeito Daniel Alonso (PSDB) está lançando a filha dele, Daniele Alonso (PR) como candidata.

 

 VOTOS E REGISTROS
O quanto de votos cada candidato precisará , em média, para se eleger, depende ainda da lista oficial dos candidatos de cada partido, o que dará uma projeção de quantas cadeiras cada legenda poderá fazer nos parlamentos e do potencial de votos dos principais candidatos de cada partido.
As convenções partidárias que definirão oficialmente os candidatos devem ser realizadas entre os dias 20 de julho e 5 de agosto. 
Os registros das candidaturas na Justiça Eleitoral ocorrerão até o dia 15 de agosto. Candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa, por exemplo, serão impugnados e não conseguirão os registros, ficando fora do pleito eleitoral. 
Dos atuais vereadores, dois disputarão as eleições : Wilson Damasceno (PSDB) e José Luiz Queiróz (PSDB), que farão uma dobradinha tucana.
VOLTANDO ÀS URNAS
Dos candidatos que concorreram nas eleições de  2014, apenas três deverão estar nas urnas, este ano: o atual deputado estadual Camarinha, o médico dr. Nechar e Liozina Saraiva.
Três ex-prefeitos de Marília poderão estar na disputa, este ano, como candidatos a deputado: Abelardo Camarinha (PSB), Vinícius (PSB) e Mário Bulgareli (PTB). 
No caso do deputado estadual Camarinha, ele poderá tentar a reeleição, disputar uma vaga para a Câmara Federal (onde já cumpriu dois mandatos) ou até mesmo não disputar as próximas eleições e “aguardar” as eleições para a Prefeitura de Marília, em 2020.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black