Após morte de idosa em Hospital, Polícia vai investigar morte de bebê de três meses, levado ao P.A na Zona Sul

July 21, 2018

A Polícia Civil de Marília, através do 2° Distrito Policial, vai investigar a morte do bebê Caleb dos Santos Almeida, de três meses. A mãe do garoto, Luciana Santos da Silva, de 32 anos, residente em um condomínio na Zona Sul da cidade, relatou que na manhã desta sexta-feira (20), por volta das 8h30, amamentou a criança, a fez arrotar e a colocou para dormir em um carrinho.

Disse que foi afazer os serviços da casa e cuidar dos outros quatro filhos menores. Por volta das 12h, quando foi pegar o bebê, percebeu que ele estava sem reações e gelado.

Desesperada, pediu auxílio para uma vizinha, que a levou de carro com o bebê para o Pronto Atendimento na Zona Sul. Na unidade, médicos constataram que a criança já estava morta há cerca de duas horas.

Como o pai da criança cumpre pena na Penitenciária de Taquarituba, o bebê ainda não possui registro de nascimento.

O CASO DA IDOSA QUE MORREU APÓS CIRURGIA NO H.C

Familiares da idosa Martha Maria Alves Vera, de 75 anos, que residia na Vila Nova, em Marília, registaram Boletim de Ocorrência na CPJ, na madrugada desta sexta-feira (20), alegando eventual erro médico. Conforme os relatos, ela foi submetida a um procedimento no Hospital das Clínicas para implantação de um aparelho cardíaco.

Mas, segundo as acusações, teria havido erro médico e a idosa teve um dos pulmões perfurados, vindo a óbito na noite desta quinta-feira (19).  Uma filha da vítima apontou que os procedimentos médicos foram realizados com a participação de residentes da Famema (Faculdade de Medicina de Marília). Caso será investigado pela CPJ. 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black