Semana Jurídica destaca qualidade de formação do curso de Direito da Unimar, interagindo com profissionais de renome, inclusive procuradora da Lava Jato

August 27, 2018

A Semana Jurídica evidencia a qualidade do curso de Direito da Universidade, nota máxima em avaliação in loco pelo Ministério da Educação (MEC)

Na foto à direita, o docente Jefferson Aparecido Dias entrega certificado

para a palestrante Dra. Rejane Zenir

 

 

A Universidade de Marília (Unimar), realiza  Semana Jurídica ). O evento considerado sucesso por acadêmicos e docentes recebeu vários profissionais de renome, inclusive mais um membro da Operação Lava Jato, em palestras de atualização e discussão do universo jurídico.

De acordo com a coordenadora, a Profa. Ma. Francis Marília Pádua, a Semana Jurídica evidencia a qualidade do curso de Direito da Universidade, nota máxima em avaliação in loco pelo Ministério da Educação (MEC). “Este ano, nossa Semana teve como destaque a presença maciça de palestrantes mulheres e pudemos constatar a atuação de cada uma delas na Magistratura, no Ministério Público Federal, nas Delegacias de Polícia, e na área acadêmica, onde contamos com a presença de uma palestrante internacional. Nesses dias de palestras, tivemos a oportunidade de conhecer a atuação destacada de cada uma, além de um enorme aprendizado propiciado pelas próprias histórias de sucesso profissional das palestrantes, o que permitiu também a discussão e a reflexão sobre temas atuais e polêmicos do universo jurídico”, explica.

Segundo ela, as discussões já são abordadas em sala de aula. “Através das palestras agregamos outros olhares e enriquecemos o currículo do curso. Quero destacar ainda que o curso de Direito da Unimar é o único da região a receber três profissionais que atuam em uma das maiores operações de combate à corrupção do mundo, a Lava Jato”, explica.

 

 

QUALIDADE, INTERAÇÃO E GRANDES PALESTRAS

 

Professores Emerson Ademir Borges de Oliveira e Francis Marília Pádua (nas pontas) recepcionam as palestrantes Dra. Valéria Maria Barbosa e Dra. Jerusa Burmann Viecili, respectivamente

 

A abertura da Semana Jurídica contou com duas docentes do Programa de Mestrado e Doutorado em Direito da Universidade. A Dra. Jussara Assis Borges Nasser Ferreira falando sobre a “Hermenêutica Constitucional Processual: Uma questão de Integridade e Coerência” e a Dra. Mariana Ribeiro Santiago ministrando a “Função solidária da empresa: uma conexão necessária entre empresa e sustentabilidade”.

Na terça-feira, os acadêmicos e professores do curso tiveram a oportunidade de interagir com a Procuradora da República, Dra. Jerusa Burmann Viecili integrante da Força Tarefa da Lava Jato, seguida pela professora assistente doutora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, na Faculdade de Filosofia e Ciências, Campus de Marília, Dra. Valéria Maria Barbosa falando sobre a “Violência contra as mulheres negras”.

Para Jerusa, lidar com o volume de informações e dados é a maior dificuldade da Lava Jato. “Há mais ou menos três anos recebi o convite do colega Deltan Dallagnol para integrar a Lava Jato. Foi uma decisão difícil. As pessoas me diziam que seria complicado e que talvez não conseguiríamos nenhum resultado. Aceitei o desafio e estou até hoje na força tarefa, desempenhando funções complexas e difíceis de investigação, mas que já dão muitos frutos no combate à corrupção”, finaliza.

A Delegada Divisionária de Polícia da Assistência Policial da Academia de Polícia, Dra. Aurora Vincentim Themer foi a atração da quarta-feira falando sobre a “A formação em Direitos Humanos da Academia de Polícia”.

Na quinta-feira, a Dra. Dra. Maria do Rosário Barbato, docente da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e presidente do Instituto Ítalo Brasileiro de Direito do Trabalho trouxe uma reflexão sobre a “A mutação genética do Direito do Trabalho”. Na sequência, foi a vez de ouvir a juíza Titular da Vara de Violência Doméstica de São Sebastião/DF, Dra. Rejane Zenir Jungbluth Teixeira Suxberger falando sobre “Violência doméstica contra a mulher no Brasil: aspecto normativo e institucional”.

Fechando a Semana de Direito, na sexta-feira, a docente de Direito Econômico, Direito Concorrencial e de International Trade na Universidade de São Paulo (USP), Dra. Juliana Oliveira Domingues falou sobre “Combate à cartéis no Brasil: uma visão da jurisprudência do CADE em temos de lava jato”.

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle

© 2017 por "JP. Povo