GREVE: "Corro risco de pagar R$ 10 mil de multa, mas ninguém vai entrar na Coca-Cola nesta quinta-feira", diz o sindicalista Vidoto

August 29, 2018

 

Iniciada na segunda-feira (27), prossegue a greve na Coca Cola Femsa, em Marília. Após duas propostas feita  pela empresa e recusada pelos trabalhadores o Sindicato da Alimentação de Marília pretende com o apoio da Força Sindical e sindicatos da região não vão deixar que entre ninguém na manhã desta quinta-feira (30).

“Estou correndo o risco de pagar 10 mil reais de multa por dia, conforme oficio da justiça do trabalho. Mas na manhã desta quinta-feira, teremos mais de 50 sindicalistas na porta da empresa e não vai entrar ninguém. Nem gerentes de Recursos Humano”, assegura Wilson Vidoto Manzon, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Industrias de Alimentação.
Com data base em março, a empresa até agora só propôs reajustar o salário com o índice de 1,69%,  correspondente a inflação do período e o mesmo índice no ticket alimentação ( R$ 160,00 para quem falta e R$ 250,00) para quem não falta. O Sindicato entende que a empresa tem condições de melhorar essa proposta e pede; reajuste no ticket alimentação, retorno do pagamento de um premio no valor de um salário e meio para quem tem mais de 20 anos de empresa, pagamento de 5% do salário para quem é da brigada de incêndio, vale combustível para quem vem de veiculo próprio, Participação nos Lucros e Resultados de 2 salários e homologações que sejam feitas no sindicato.
A ultima proposta da empresa, feita terça-feira, foi pagar um abono R$ 705,00 e reajuste de 1,69% a ser incorporado na próxima data-base. A proposta foi recusada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black