Representantes de funcionários do Complexo HC/Famema discutem pauta de trabalho e reforçam apoio ao deputado Camarinha

August 31, 2018

 Camarinha com representantes de entidades dos funcionários do Complexo H.C/Famema:

Trabalho, parcerias e conquistas históricas para a categoria e para a instituição

 

Nesta quinta-feira (30),  a Diretoria da Associação dos Funcionários do Complexo Famema (AFFMESM) se reuniu com o deputado Abelardo Camarinha. 
Na ocasião, a Associação explanou os problemas e a atual situação dos Funcionários da Famema, bem como a agenda de atividades programada pela Associação, em conjunto com o Sindicato da Saúde, conforme segue abaixo:
* Abaixo Assinado dos trabalhadores. 
* Atos Públicos Unificados e protocolados nas instâncias competentes. 
* Carta aberta à população (panfletagem)

Camarinha foi solidário e se colocou à disposição dos Funcionários no sentido de obter êxito nas demandas, favorecendo aos colaboradores e consequentemente, a toda a população da região de Marília.

PARCEIRO DA FAMEMA E CONQUISTAS PARA OS FUNCIONÁRIOS

O deputado sempre foi parceiro do Complexo Famema, em todos os seus mandatos buscando  melhorias e defendendo as causas da instituição. Entre as conquistas históricas de Camarinha, está  a estadualização da Famema, em 1994. A Faculdade passou a ser uma autarquia de ensino em regime especial e os alunos deixaram de pagar mensalidades. Ele elogiou o trabalho da superintendente do Complexo HC/Famema, dra. Paloma Nunes e do diretor do H.C. dr. Valdeir Fagundes de Queiróz. "Dirigentes competentes e compromissados com o bom funcionamento e qualidade no atendimento aos usuários dos Hospitais e órgãos do Complexo", disse Camarinha. 

Este ano, o deputado, juntamente com Vinícius Camarinha, assessor especial do governador Márcio França, trabalhou e conseguiu o reajuste salarial de 3,5% a todos os funcionários do Complexo Hospital das Clínicas/FAMEMA. Também foi concedido o reajuste no tíquete alimentação que passou de R$ 8,64 para R$12,00. Os reajustes foram retroativos a fevereiro, quando o Governo do Estado concedeu o reajuste salarial ao funcionalismo público estadual e, automaticamente, aplicados aos funcionários da FUMES "optantes", com recursos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

Segue em pauta projetos como o orçamento das autarquias, viabilização de recursos para investimentos em mais equipamentos para os hospitais do Complexo Famema, plano de carreira para docentes e implantação do um campus universitário para a instituição..

REFORMAS E AMPLIAÇÃO DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS: A PORTA DO SUS

 

 

 Camarinha, Vinícius e diretores na inauguração das obras de reformas, ampliações e melhorias no

Hospital das Clínicas de Marília: a porta do SUS para Marília e 62 cidades da região

 

Outra grande conquista de Camarinha foram as obras de reforma e ampliação do Hospital das Clínicas de Marília (que atende outros 62 municípios da região), inauguradas no ano passado. Investimentos de cerca de R$ 60 milhões.

"Há anos essa instituição não passava por uma reforma e essa ampliação que conquistamos junto ao governo do Estado. Essa grande conquista valeu o meu mandato", disse o deputado, na oportunidade.

“Pessoas e famílias humildes, são mais de 1 milhão de pessoas nessas 62 cidades que dependem exclusivamente desse Hospital, que é a porta de entrada do SUS, para atendimento, exames, cirurgias e outros procedimentos hospitalares. A ampliação, reformas e instalações de equipamentos de última geração trazem mais conforto para os pacientes, médicos, enfermeiros e funcionários do Hospital”, afirmou Camarinha.

Durante as solenidades de entrega das obras, ele recebeu homenagem da diretoria e funcionários do Complexo Famema, pelo empenho e trabalho que resultaram nessa conquista. Uma placa de prata com dizeres nesse sentido foi entregue a ele. 

MELHORIAS

Com as obras de ampliação e reformas, com nova pintura, reforços na estrutura e sistemas elétricos e hidráulicos, o Hospital das Clínica ganhou uma nova unidade emergencial em urgência e emergência, dobrando a capacidade, passando  a contar com 12 consultórios de atendimento, novas salas de sutura, unidade de estabilização, monitores e isolamento para doenças infectocontagiosas. Tudo isso com novas camas, mobiliário e equipamentos de última geração. Além de nova sala de medicação. Com 2.300 funcionários, o Complexo H.C Famema é a terceira instituição que mais emprega na área em Marília e região.

Camarinha confirmou que o AME vai funcionar no prédio do Hospital São Francisco:

Vinícius, Cristina Macedo, diretora Regional da Saúde, dra Paloma Nunes, superintendente do Complexo

H.C/Famema e técnicos do Governo do Estado vistoriaram o prédio

"Um presente para Marília que já é realidade. Valeu o mandato!". A frase foi do deputado Camarinha, sobre a confirmação do governador do Estado, Márcio França (PSB), que definiu o prédio onde funcionava o Hospital São Francisco para a instalação do AME (Ambulatório Médico de Especialidades), em Marília.

O prédio foi vistoriado por equipe técnica da secretaria estadual da Saúde. "Uma ótima escolha, bem adequada às necessidades do padrão AME", disse o engenheiro Camilo Jingoti, integrante da equipe.  O prédio, localizado na Zona Sul de Marília, tem cerca de 4 mil metros quadrados e passará por reformas, com investimentos na ordem de R$ 7 a R$ 8 milhões e geração de dezenas de novos empregos na área da construção civil.

AME ATENDERÁ MARÍLIA E REGIÃO

 

 

Camarinha confirmou que o AME vai funcionar no prédio do Hospital São Francisco:

Vinícius Camarinha, Cristina Macedo, diretora Regional da Saúde, dra Paloma Nunes, superintendente do Complexo H.C/Famema e técnicos do Governo do Estado vistoriaram o prédio

 

 

"Um presente para Marília que já é realidade. Valeu o mandato!". A frase foi do deputado Camarinha, sobre a confirmação do governador do Estado, Márcio França (PSB), que definiu o prédio onde funcionava o Hospital São Francisco para a instalação do AME (Ambulatório Médico de Especialidades), em Marília.

O imóvel foi vistoriado por equipe técnica da secretaria estadual da Saúde. "Uma ótima escolha, bem adequada à necessidades do padrão AME", disse o engenheiro Camilo Jingoti, integrante da equipe.  O prédio, localizado na Zona Sul de Marília, tem cerca de 4 mil metros quadrados e passará por reformas, com investimentos na ordem de R$ 7 a R$ 8 milhões e geração de dezenas de novos empregos na área da construção civil.

25 MÉDICOS ESPECIALISTAS, CONSULTAS E EXAMES: TUDO PELO SUS

O AME em Marília vai oferecer consultas com equipe de 25 médicos especialistas (entre pediatras, ginecologistas, urologistas e oncologistas/câncer), além da realização de exames. Serão cerca de quinhentos procedimentos médicos por mês, com cerca de 400 novos funcionários ligados à área de saúde (como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e atendentes) e investimentos de R$ 60 milhões/ano. 

Todos os custos do AME em Marília estão sendo bancados exclusivamente pelo Governo do Estado, desde as reformas no prédio, que será totalmente remodelado e adequado, até os custos mensais de R$ 5 milhões para manutenção e custeio do Ambulatório. O orçamento do AME em Marília será igual o do Hospital das Clínicas, que atende outros 62 municípios da região com média e alta complexidades e urgências e emergências. 

AGRADECIMENTOS E VALEU O MANDATO

O deputado Camarinha, autor da proposta de instalação do AME em Marília, agradeceu o governador Márcio França pelo atendimento da revindicação e a diretoria do Complexo Famema pela liberação do prédio do Hospital São Francisco.

"O governador foi sensível ao nosso pedido e o diretor da Famema, doutor Valdeir Queiroz e a superintendente do Hospital das Clínicas/Famema, doutora Paloma Nunes, prontamente colocaram o prédio à disposição do Governo do Estado para a instalação do AME em Marília. Mais uma conquista histórica que valeu este meu mandato", disse Camarinha.

O parlamentar lamentou apenas o fato do prefeito Daniel Alonso (PSDB) não ter liberado prédio (como o antigo Bloco X da Unimar) para a instalação do AME em Marília. 

"Se eu estivesse como prefeito, cederia o prédio e pegaria esta oferta do governador com as duas mãos, pois o AME será totalmente custeado pelo Governo do Estado. Saúde é a necessidade número um do povo, da população humilde que não tem planos de saúde e precisa dos hospitais públicos. Agora, felizmente, vencemos os desafios e a população de Marília e região será atendida pelo AME", afirmou o deputado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black