Audiência Pública revela que não haverá Plano de Carreira dos Servidores, em 2019. Nem previsão, ainda, de reajuste salarial

November 9, 2018

          Levi Gomes, Damasceno e Bruno Oliveira, durante a Audiência Pública na Câmara Municipal

 

Durante Audiência Pública na Câmara Municipal de Marília, para discutir o Orçamento Geral da Prefeitura, de R$ 958,4 milhões (entre recursos próprios e repasses governamentais), para 2019, o secretário municipal de Planejamento Econômico, Bruno de Oliveira Nunes, revelou que o Plano de Carreira dos Servidores Municipais não está previsto para ser implantado no próximo ano. "Não há receita do Município", justificou. 

Questionamento nesse sentido foi feito pelo presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Marília, José Paulino. "Anularam um (Plano de Carreira) que já havia sido aprovado, no início do ano passado e não teremos isso nem no ano que vem!", comentou. 

SEM PREVISÃO DE REAJUSTE SALARIAL

Paulino e diretores do Sindicato questionaram também sobre a ausência de previsão de reajuste salarial para a categoria, na peça orçamentária. "Não vamos antecipar nada porque não há previsão e tem a Lei de Responsabilidade Fiscal (que limita gastos com servidores públicos). Mas, temos folga para negociação em 2019", afirmou.

O sindicalista replicou: "Isto (índice de reajuste) já deveria estar previsto no orçamento, pra gente ir discutindo, porque chega na data base (abril), o percentual é zero".  

O secretário municipal da Fazenda, Levi Gomes, que também participou da Audiência Pública, foi enfático. "Precisamos ver o quanto isso (possível reajuste) impactará sobre a folha de pagamento". 

Este ano, o reajuste salarial concedido pelo prefeito Daniel Alonso (PSDB) aos servidores municipais foi de 3%.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black