Estudante de Marília conquista medalhas em Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica na China

 Juventino Fonseca (PE), João Gabriel (CE), Sarah Melo (CE), Bruno Piazza (SP)

e Lucas Pinheiro (Marília - SP)

 

O estudante mariliense Lucas Pinheiro, integrou a Seleção Brasileira de Astronomia , que acabou de conquistar quatro medalhas (uma de prata e três de bronze) e uma menção honrosa na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica, realizada em Pequim, na China. Trata-se do melhor desempenho brasileiro na IOAA desde 2013. A seleção contou com dois estudantes de São Paulo, dois do Ceará e um de Pernambuco. Para alcançar esse feito, eles passaram por treinamentos intensivos ao longo de mais de um ano e foram selecionados entre mais de 90 mil estudantes de todo o país. Segue release com todos os detalhes e fotos em anexo.

Brasil conquista quatro medalhas em Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica na China

Equipe brasileira saiu do evento realizado em Pequim também com uma menção honrosa

 

                             Equipe campeã com os professores Eugênio Reis e Gustavo Rojas

 

A equipe brasileira que disputou a 12ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA, na sigla em inglês) em Pequim, na China, conquistou 4 medalhas (uma de prata e três de bronze) e uma menção honrosa. Trata-se do melhor desempenho brasileiro na IOAA desde 2013. 

Bruno Piazza, de Campinas/SP, ganhou a medalha de prata. Lucas Pinheiro (Marília/SP), João Gabriel Stefani (Fortaleza/CE) e Juventino Fonseca (Recife/PE) ganharam bronze. Sarah Melo (Fortaleza/CE) recebeu menção honrosa. 

A Olimpíada aconteceu de 3 a 11 de novembro e reuniu 203 estudantes de 38 países. Foram realizadas provas teóricas, práticas e de análise de dados. A delegação foi acompanhada pelos astrônomos Eugênio Reis (SAB) e Gustavo Rojas (UFSCar).

Os estudantes foram selecionados dentre os mais de 90 mil participantes da prova de nível IV da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) em 2017 e passaram por três semanas de treinamento intensivo com astrônomos em Vinhedo/SP durante o primeiro semestre de 2018. 

A OBA é realizada por astrônomos membros da Sociedade Astronômica Brasileira com apoio do CNPq, da Agência Espacial Brasileira, Avibras, Visiona e UNIP. Este ano, a viagem à China só foi possível graças ao edital de apoio ofertado pela Finep. 

Seleção

Os candidatos brasileiros são inicialmente selecionados através das pontuações obtidas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) do ano anterior. Depois, passam por um processo de três provas online, e finalizam com uma bateria de provas presenciais.

Treinamento

Depois de selecionados, os estudantes participam de treinamentos intensivos, com astrônomos e especialistas, na cidade de Vinhedo, no interior de São Paulo. A programação é dividida em grupos de estudos, oficinas de atividades e observação do céu noturno, com e sem instrumentos, resolução de exercícios, realização de provas simuladas, construção e lançamentos de foguetes de garrafas PET. 

O grupo também contou com o Planetário Digital Móvel da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica para estudar o céu por meio de projeções. Ainda aprenderam a montar e a manusear diferentes tipos de telescópios.

Olimpíada nacional 

A OBA é destinada a alunos dos ensinos fundamental e médio. Esse ano, participaram da sua 21ª edição 770.338 estudantes dos ensinos fundamental e médio de 8.456 escolas públicas e particulares de todos os estados do país. A olimpíada ainda contou com o auxílio de mais de 65.060 professores.

Foram distribuídas 49.735 medalhas entre os participantes dos quatros níveis da OBA. Foram 14.900 de ouro, 14.949 de prata e 19.886 de bronze.

Organização

A IOAA é reconhecida pela União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês). A organização exige que cada país se comprometa a sediar uma edição da olimpíada, arcando com todas as despesas relativas ao evento, podendo receber apoio de diferentes setores da sociedade. A OBA é organizada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB).

 

Site oficial da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA)

http://www.oba.org.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black