Metalúrgico baleado no peito após discussão por causa de futebol, em bar na Zona Oeste, não corre risco de morte. Acusado segue foragido

November 19, 2018

 

O metalúrgico Valdeir Ferreira Gomes, 53 anos, alvejado com um tiro de revólver no início da tarde deste domingo (18), em um bar localizado na Rua Coroados, Bairro Alto Cafezal, na Zona Oeste, não corre risco de morte.

O entrevero ocorreu por volta das 13 horas e segundo relatado pelo dono do estabelecimento, o metalúrgico tirou "sarro" do comerciante Leandro Siman, de 42, conhecido como Gordão da Portuguesa do Morro.

Pela manhã, aconteceram jogos entre da Várzea com times do Marajó (X Vila Barros) e Portuguesa do Morro (X Roma). A discussão entre os dois ficou fora de controle e foi apartada.

O acusado deixou o local e retornou alguns minutos depois, descendo de seu veículo com um revólver de cabo de madeira. Disparou três vezes. UM dos projéteis atingiu a porta do bar, outro não foi localizado e um terceiro atingiu o tórax da vítima, sem atingir órgãos vitais.

Quando a PM chegou no local, ele conversou com os policiais e disse que o motivo do entrevero foi um jogo de futebol da várzea. Foi socorrido ao P.A da Zona Sul. O acusado fugiu a não foi localizado.

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black