Emdurb diz que forte calor e picos de energia provocam panes em semáforos e complicam o trânsito na área central de Marília

December 18, 2018

 

Picos de consumo e quedas bruscas de energia elétrica, associados ao relaxo da CPFL, além do forte calor (em média 37 graus) em Marília, têm provocado panes em diversos semáforos na cidade, complicando ainda mais o trânsito, principalmente na região central, nesta época de fim de ano e grande movimento de veículos e pedestres.

"Existe um sistema eletrônico nos semáforos digitais que protegem os equipamentos para suportar altas temperaturas. Entretanto, o forte calor cria sensação térmica que chega a cerca de 60 graus dentro das caixas dos semáforos e isso acaba provocando panes", explicou ao JP o presidente da Emdurb, Valdeci Mendes de Oliveira. 

Alguns equipamentos têm as luzes todas apagadas, enquanto outros ficam com alguma delas com sinal intermitente (piscando). As panes podem ser informadas à Emdurb pelo fone 156. A A autarquia possui contrato com uma empresa terceirizada de manutenção de semáforos, que tem prazo de uma hora para chegar ao local e consertar os semáforos.

Nesta terça-feira (18) também houve quedas de energia elétrica em diversos prédios públicos e particulares localizados na área central de Marília. 

MESMOS PROBLEMAS FORAM REGISTRADOS EM 2015

Matéria divulgada pelo site G1, em janeiro de 2015, mostra que esses problemas também ocorreram em aqui na cidade em janeiro de 2015. 

Semáforos não ‘aguentam’ calor e param de funcionar em Marília

Cerca de 80 semáforos pararam com calor de 40º

Do G1 Bauru e Marília

A temperatura elevada dos últimos dias em Marília, no interior de São Paulo, que chegou próximo aos 40 graus, acabou dando uma pane nos equipamentos dos semáforos. Segundo a Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdurb), 86 semáforos pararam de funcionar.

O sistema eletrônico que controla esses equipamentos são projetadas para suportar altas temperaturas, porém a sensação térmica no interior dessas caixas chegou perto de 60 graus e o equipamento não suportou. Durante a pane, a luz amarela fica piscando intermitente e algumas vezes chega a apagar totalmente. Segundo o presidente da Emdurb, na época,  Cleber Pinha Alonso, foi a primeira vez que isso aconteceu.

 

Confira o link da matéria AQUI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black