Sob suspeitas, licitação de R$ 30 milhões aberta pelo prefeito Daniel Alonso para coleta e transbordo do lixo é suspensa pelo TCE

January 29, 2019

Uma avalanche de suspeitas, incluindo mudança nas regras do edital, levou o Tribunal de Contas do Estado (TCE) a suspender a licitação aberta pelo prefeito Daniel Alonso (PSDB) para coleta e transbordo do lixo em Marília. O valor dos serviços é de cerca de R$ 30 milhões. 

O ato já havia sido adiado no final do mês passado e agora está suspenso pelo Tribunal. A decisão do TCE está centrada em novas suspeitas como suposta anulação do caráter competitivo do certame, serviços não previstos na planilha de custos, ausência de quantitativos de varrição manual, coleta domiciliar e do plano de metodologia dos serviços, além da ausência de “máxima competitividade” e problemas sobre exigências de licenças, comprovantes e prazos para apresentação de garantias,  falta de especificações técnicas dos serviços de operação de ecopontos, os quais nem existem na cidade. O termo de suspensão da Licitação foi publicado no Diário Oficial do Município desta terça-feira. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black