Ex-diretor da Câmara de Marília, Toshi, é preso. Envolvido no rombo de mais de R$ 10 milhões no Legislativo e estelionato

February 6, 2019

Condenado no rombo de mais de R$ 10 milhões nos cofres da Câmera Municipal, entre 2003 e 2005, o ex-diretor da Câmara de Marília, Toshitomo Egashira, vulgo Toshi, 69 anos, foi preso pela Polícia Civil na manhã de hoje (6).

Ele deve cumprir pena de 3,8 anos de prisão no regime semiaberto em processo que tramitou pela 1ª Vara Criminal do Fórum de Marília. Por volta das 6h, Tochi foi capturado em suia casa, no Bairro Maria Izabel, na Zona Leste da cidade.

Toshi já foi condenado em outros processos, mas a longa tramitação judicial acabou resultando em prescrição das penas e ele e seus comparsas acabaram livres das grades. Também já foi condenado por estelionato por compra de produtos com cheques frios e cumpriu alguns meses de cadeia.  Toshi está na CPJ e deverá ser encaminhado à Penitenciária de Marília. 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black