Após trégua de dois meses, mais uma mulher foi presa em flagrante tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília

April 22, 2019

    

 

 

 

        Mais uma mulher foi  presa em flagrante tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília

 

Após a prisão de doze mulheres e uma trégua de quase dois meses, mais uma mulher foi presa em flagrante tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília. O flagrante foi no sábado (15) pela manhã.

Ao passar pelo aparelho bodyscanner, T.N.G, de 22 anos, apresentava uma imagem mais escura na altura dos seios. Repetiu a passagem e a mesma situação foi detectada. 

A moça foi encaminhada para uma sala reservada para revistas, onde retirou do sutiã vários invólucros contendo maconha e cocaína. Ela relatou que entregaria as drogas para um detento que pretendia visitar. Recebeu voz de prisão e foi encaminhada à CPJ, onde acabou autuada por tráfico de drogas e passaria por audiência de custódia nesta segunda-feira (17). 

OUTROS CASOS

No final de abril, duas mulheres acabaram presas em flagrante num final de semana (uma no sábado dia 20 e outra no domingo, 21) tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília. Em quase três meses, doze mulheres haviam sido presas por este motivo nas Penitenciárias de Marília e Álvaro de Carvalho.

Uma mulher acabou sendo presa em flagrante no sábado (20), tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília. Por volta das 10h, B.O.S, de 26 anos, residente na Zona Oeste de Marília, passava pelo setor de revistas, quando o aparelho "bodyscanner" detectou um volume anormal na bolsa que ela carregava. Os agentes do setor de visitas constataram então que junto à costura da alça da bolsa, havia um invólucro plástico contendo erva esverdeada semelhante à maconha. Ela recebeu voz de prisão, foi encaminhada à CPJ e autuada em flagrante por tráfico de drogas. 

Outra mulher, A.R.S, de 28 anos, residente na Zona Norte de |Marília, foi presa em flagrante por volta das 10h deste domingo, quando tentava entrar com 44 gramas de maconha na Penitenciária de Marília. 

Ao passar pelo aparelho "bodyscanner", os agentes constataram que ela levava um volume anormal na altura da cintura. Em determinado momento, ela se levantou, deixou cair algo e colocou os pés em cima.

Os experientes agentes logo viram a manobra e recolheram um invólucro com maconha. A moça confessou que levaria a droga para seu irmão, que cumpre pena na Unidade prisional. Foi conduzida à CPJ e autuada em flagrante por tráfico de drogas. 

OUTRA CAIU DIA 7

Na manhã do domingo (7) a estudante S.C.A, de 23 anos, residente em São Bernardo do Campo, foi flagrada quando passava pelo setor de revistas da Penitenciária de Álvaro de Carvalho.

O aparelho "bodyscanner" detectou um volume estranho na altura da cintura dela. Abordada pelos agentes penitenciários, ela retirou 39 porções de cocaína e 11 porções de maconha do cós da calça que usava.

Ela disse que desconhecia a existência das drogas e que emprestou a calça de uma mulher desconhecida que estava hospedada na mesma pensão que ela. O álibi não colou, ela recebeu voz de prisão prisão pelos agentes e foi atuada por tráfico de drogas na CPJ, em Marília. 

OUTRA PRESA NA SEMANA ANTERIOR

A tatuadora S.I.S, de 25 anos, residente no Bairro Palmital, na Zona Norte de Marília, acabou flagrada na manhã deste domingo (31), tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília. Ela carregava uma sacola com alimentos e ao passar pelo setor de revistas, o equipamento bodyscanner detectou um volume estranho nas tiras da sacola.

Rapidamente, os agentes da revista abordaram a moça e nas buscas encontraram 40 gramas de maconha enroladas em plástico. A tatuadora recebeu voz de prisão, foi conduzida à CPJ e autuada em flagrante por tráfico de drogas. 

MAIS UMA FLAGRADA

Outra mulher também foi presa em flagrante tentando entrar com drogas em unidade prisional. No sábado passado (23) pela manhã, H.L.N.G, de 28 anos, residente em Ribeirão Preto, tentou entrar na Penitenciária de Álvaro de Carvalho (a 44 quilômetros de Marília), com 159 gramas de maconha em um invólucro escondido na vagina.

O equipamento "bodyscanner" e a experiência dos funcionários do setor de revistas da Unidade detectaram que a moça tinha um volume fora do normal na vagina.

Ele foi encaminhada à uma sala por um agente penitenciário. Enquanto ele foi consultar uma documentação, ela retirou o volume da vagina e jogou em um balde de lixo. 

Ao retornar à sala, o agente constatou o invólucro com maconha no lixo. Ao ser indagada, a mulher confessou ter retirado o volume da vagina e jogado no lixo. 

Ela recebeu voz de prisão e foi encaminhada á Delegacia de Polícia, sendo autuada em flagrante por tráfico de drogas pela delegada Darlene Rocha Costa. Em seguida, foi escoltada à CPJ em Marília.

OUTROS CASOS

Incrível!!! Outras duas mulheres foram presas em flagrante e autuadas na CPJ em Marília, no sábado (9) e domingo (10), ao tentarem entrar com drogas em Penitenciárias. 

Na manhã do domingo (10), uma delas  foi flagrada tentando entrar na Penitenciária de Marília. Outra acabou presa na manhã do sábado pelo mesmo motivo, na Penitenciária de Álvaro de Carvalho.

Pelo quarto final de semana consecutivo, mulheres tentaram estas "proezas", mas acabam sendo flagradas pelo aparelho "bodyscanner" e principalmente pela competência e agilidade dos funcionários que trabalham no setor de revistas das Unidade.

PRESA EM MARÍLIA

Na manhã do domingo (10), L.R.S, de 28 anos, natural de Barretos, tentava adentrar o setor do regime semiaberto da Penitenciária, quando o "bodyscanner" detectou algo "suspeito" na altura do abdômen.

Ela foi abordada pelos funcionários da visita e levada até uma sala reservada, onde confessou que carregava um volume com maconha dentro da vagina e retirou o embrulho. 

Disse que entregaria a droga para um detento que ela visitaria pela segunda vez e decidiu levar a droga "por dificuldades financeiras". L. recebeu voz de prisão foi encaminhada à CPJ e autuada em flagrante por tráfico. 

FLAGRADA EM ÁLVARO DE CARVALHO

Na manhã do sábado (9), E.S.M, residente em Cotia (SP), foi flagrada pelo "bodyscanner" e eficiência dos funcionários do setor de revistas quando tentava entrar com um embrulho contendo 180 gramas de maconha e uma pequena porção de cocaína, escondido na vagina.

Após ser flagrada, ela confessou que pretendia entregar as drogas para um detento da Unidade e fez o "serviço" por está em dificuldades financeiras. E. foi conduzida à CPJ em Marília e autuada em flagrante por tráfico de drogas. 

OUTRA "CAIU"  EM MARÍLIA

Na manhã de domingo (3), uma moça de 20 anos, residente na Zona Sul de Marília, foi flagrada quando tentava entrar na Penitenciária carregando 157,42 gramas de maconha misturada com cocaína em um envólucro plástico escondido nas partes íntimas.

Ao ser detectado o volume, a moça foi questionada pelos funcionários do setor de visitas. A princípio, manteve silêncio, mas em seguida confessou que carregava as drogas. Foi conduzida a um banheiro com uma agente, onde retirou o volume. 

As drogas foram avaliadas em R$ 3,5 mil. A moça afirmou que pretendia entregar a droga para um detento que ela ia visitar. Recebeu voz de prisão, foi encaminhada à CPJ e autuada em flagrante por tráfico de drogas.

OUTRA PRESA

Uma jovem, de 23 anos, residente no Parque das Acácias, em Assis, foi presa em flagrante na manhã de domingo (24), tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília. A experiência e agilidade dos agentes que atuam no setor de revistas de visitantes, com apoio do aparelho "bodyscanner", não permitiram a entrada das drogas na Unidade.

Nos procedimentos de revista, os agentes notaram algo anormal e suspeito na altura do tórax (top) e da cintura da mulher (cós da calça). A moça foi conduzida por agentes femininas à uma sala reservada, onde confessou que carregava 50 gramas de erva semelhante à maconha. 

Afirmou ainda que não estava obrigada a transportar a droga, que recebeu de uma pessoa que não identificou e receberia R$ 500 pelo "serviço". Após o flagrante na portaria da Penitenciária, a acusada foi conduzida à CPJ, onde acabou sendo autuada por tráfico de drogas.

MAIS UMA MULHER FOI PRESA EM MARÍLIA

Outra mulher de 24 anos, residente na Zona Sul de Marília, foi presa em flagrante na manhã do domingo (17), tentando entrar com drogas na Penitenciária de Marília. 

O "bodyscanner" do setor e funcionários do setor de revistas detectaram um volume estranho no corpo da moça e ela acabou confessando que levava 144 gramas de maconha e 103 gramas de cocaína na vagina e pretendia entregar as drogas para seu irmão, que cumpre pena na Unidade. A mulher recebeu voz de prisão e foi encaminhada à CPJ, onde acabou autuada por tráfico de drogas. 

OUTRA JOVEM TAMBÉM CAIU EM ÁLVARO DE CARVALHO 

Uma estudante de 19 anos, residente em Brasilândia (MS), foi presa em flagrante na manhã de sábado (23), ao tentar entrar na Penitenciária de Álvaro de Carvalho com porção de maconha escondida na vagina. Ela foi flagrada pelo aparelho "bodyscanner" e pelos funcionários da Unidade.

A princípio, ela negou "carregar" drogas. Foi realizada uma segunda passagem do "Body-scanner", que comprovou um volume maior em seu corpo. 

A moça então confessou que levava drogas na vagina, dirigiu-se ao banheiro e retirou o volume. Disse que entregaria a droga para seu amásio, que cumpre pena naquela Penitenciária.

Quando era conduzida à Unidade Policial, ela confessou que também havia deixado porção de maconha em suas bagagem, em uma pensão onde estava hospedada.

Policiais foram até o local e constataram o delito. A delegada Darlene Rocha Costa efetuou o flagrante e, convicta do crime

de tráfico, pois as porções eram grandes e poderiam ser fracionadas, determinou a prisão preventiva da moça. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black