POLÊMICA NO PSL: Farto diz desconhecer Negrão como "algo do Partido". Professor fala em apoio de Eduardo Bolsonaro e comenta registro de B.O contra ele

May 12, 2019

    Negrão e Farto: ex-aliados na campanha política e disputa pelo comando do PSL, agora

 

"Não quero polemizar". Com esta frase, o advogado Eduardo Negrão, se manifestou ao JP sobre postagens do candidato a deputado estadual pelo PSL em Marília (nas eleições de 2018) Marcos Farto, desconsiderando declarações dele (Negrão) como presidente da legenda em Marília.

"Desconheço que esse senhor seja algo do Partido pois sequer vimos sua ficha de filiação", postou Farto, junto com uma certidão da Justiça Eleitoral apontando que o PSL em Marília está "suspenso por falta de prestação de contas". O documento cita como presidente da legenda Adeilton Alves da Silva, mas "inativo desde 30/11/2018". O partido era comandado, de fato, pelo ex-vereador José Menezes; 

Negrão surgiu no cenário político neste sábado (11), após o Diário Oficial do Município trazer Portaria de nomeação dele como secretário adjunto da Administração. Com a nomeação, o prefeito Daniel Alonso (PSDB) tenta aproximação com o partido do presidente Jair Bolsonaro. 

Negrão disse ao JP que foi indicado pelo senador major Olímpio para presidir o PSL em Marília. "Isso desde a campanha eleitoral do ano passado. Como o PSL está precisando de ajustes em centenas de municípios no Estado, vamos montar uma comissão provisória em Marília para reorganizar o partido".

O professor afirmou que há cerca de vinte dias esteve tratando desse assunto com o deputado federal Eduardo Bolsonaro, em Brasília. 

A comissão provisória do PSL de Marilia ainda está indefinida a exemplo de centenas de municípios em SP. "Há cerca de vinte dias estive tratando disso em Brasília com o major Olímpio, que era presidente do PSL à época. Porém, houve uma mudança recente e o Eduardo Bolsonaro assumiu a presidência do Partido. Para nós isso é até melhor porque temos mais acesso ao Eduardo", comentou Negrão em mensagem via whatsapp ao JP.

Ele mencionou ainda que "no PSL tem havido muitas disputas internas tanto em Brasília, quanto em São Paulo. Não quero que isso se repita em Marilia. Sou um soldado do partido e acatarei qualquer decisão da direção estadual. Eu não pedi para entrar no PSL, fui convidado pelo presidente estadual na época e fiquei lisonjeado".

            Portaria de nomeação de Negrão pelo prefeito Daniel Alonso  foi publicada neste sábado

 

VERBAS DE CAMPANHA E BOLETIM DE OCORRÊNCIA

O advogado e ativista político Rabih Nemer, relatou no ano passado que o representante do PSL Eduardo Negrão, havia lhe pedido doação de R$ 1,5 mil para a campanha de Marcos Farto. Disse que entregou dois cheques de R$ 500 cada um e R$ 500 em espécie para o então coordenador da campanha de Farto.

Afirmou que teve conhecimento posteriormente, através de contatos com o candidato, que o dinheiro não tinha sido depositado na conta de campanha dele.

Farto, então, comunicou o fato ao Ministério Público eleitoral. Em fevereiro deste ano, por solicitação do promotor Eleitoral, Rafael Abujamra, foi aberto um inquérito policial para apurar o caso. 

Em depoimento ao delegado Guilherme Barreto Marzola, o policial da reserva Marcos Farto, disse que por ordem do Partido, Eduardo Negrão foi coordenador de sua campanha eleitoral.

Disse que em outubro de 2018,. Rabih Nemer lhe procurou e pediu que fizesse uma declaração que havia recebido doação de R$ 1,5 mil. A declaração seria "para evitar zebra".

Farto não deu a declaração e alertou Rabih que, como advogado, o mesmo deveria saber que qualquer doação de campanha só poderia ser feita diretamente na conta do candidato.

Sobre esse episódio, Negrão disse ao JP que é mais uma estratégia para tentar desgastar sua imagem. "Não pedi dinheiro nenhum para campanha eleitoral. Foi um negócio pessoal com o Rabih. Tanto, que lhe dei alguns cheques meus em garantia".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black