Comerciante de Marília, de 36 anos é a 13ª vítima de suicídio. Cidade receberá unidade do CVV

May 15, 2019

O comerciante R.B.M, de 36 anos, foi a 13ª vítima de suicídio. Ele tinha um estabelecimento comercial na Avenida Pedro de Toledo. O suicídio foi com arma de fogo, em Vera Cruz.  O caso foi registrado nesta terça-feira (14). Dezenas de mensagens de amigos e familiares lamentaram o fato. Um deles escreveu: 

"Muitas vezes ninguem nota que algo está errado
Muitas vezes as pessoas só sabem questionar 
Uns acham que é bobeira, mais infelizmente não é 
Olhem mais pra um amigo familiar que seja tenta ajudar 
Às vezes o sorriso tá no rosto, mas no silêncio é a tristeza que rola 
Saudades eterna e infelizmente não ouviu meus conselhos...
Descanse em paz meu querido".

CVV EM MARÍLIA

Até setembro deverá ser instalada uma unidade do Centro de Valorização da Vida (CVV) em Marília. O serviço já funcionou aqui na cidade há cerca de 30 anos (na antiga Rodoviária na 24 de Dezembro). Agora, a unidade do CVV poderia ser instalada também em uma das muitas salas da Rodoviária. 

A entidade já busca contatos com voluntários e interessados maiores de 18 anos devem enviar e-mail para comitecvvmarilia@gmail.com. 

O primeiro Programa de Seleção de Voluntários acontecerá todas as terças-feiras entre 16 de julho e 27 de agosto das 18h30 às 22h30 em local a ser definido.

O CVV funciona 24h com voluntários, oferecendo conselhos e ajuda psicológica para pessoas em depressão ou sob risco de suicídio, pelo telefone 188, e-mail, chat e Voip

CVV

O CVV — Centro de Valorização da Vida, fundado em São Paulo, em 1962, é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal, desde 1973. Presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato.

A instituição é associada ao Befrienders Worldwide, que congrega entidades congêneres de todo o mundo, e participou da força tarefa que elaborou a Política Nacional de Prevenção do Suicídio, do Ministério da Saúde, com quem mantém, desde 2015, um termo de cooperação para a implantação de uma linha gratuita nacional de prevenção do suicídio.

A linha 188 começou a funcionar no Rio Grande do Sul e, em setembro de 2017, iniciou sua expansão para todo o Brasil, que será concluída em 30/06/2018, com a integração de todos os estados.

Os contatos com o CVV são feitos pelos telefones 188 (24 horas e sem custo de ligação),  pessoalmente (nos 93 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br, por chat e  e-mail. Nestes canais, são realizados mais de 2 milhões de atendimentos anuais, por aproximadamente 2.400 voluntários, localizados em 19 estados mais o Distrito Federal.

Além dos atendimentos, o CVV desenvolve, em todo o país, outras atividades relacionadas a apoio emocional, com ações abertas à comunidade que estimulam o autoconhecimento e melhor convivência em grupo e consigo mesmo. A instituição também mantém o Hospital Francisca Julia que atende pessoas com transtornos mentais e dependência química em São José dos Campos-SP.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black