Empresas de ônibus demitiram cobradores, pioraram os serviços e ainda ganharam aumento de quase 30% nas tarifas. Lei determina volta dos cobradores

May 22, 2019

 Prefeito Daniel Alonso deu uma paulada no povo e aumento as tarifas de ônibus em quase

R$ 1, mesmo com os péssimos serviços das empresas à população

 

De forma arbitrária e abusiva, as empresas de ônibus urbanos em Marília. Sorriso e Grande Marília, retiraram os cobradores dos coletivos, prejudicaram os usuários e sobrecarregando os motoristas com dupla função (dirigir e cobrar).

O contrato de concessão, assinado em 2012, previa a presença de cobradores nos ônibus. Mas, de forma sórdida e gananciosa, as empresas demitiram mais de trezentos deles, ignorando o contrato.

A medida covarde, além de acelerar o desemprego na cidade, ainda criou atrasos nos percursos, mas acidentes e riscos de acidentes, pois a função de motorista de ônibus urbanos,l que já é muito estressante, piora com a sobrecarga de serviços (cobrar tarifas, fazer trocos, riscos de errar nas contas).

As famigeradas empresas de ônibus em Marília agem desta forma, como se aqui fosse terra sem lei: quando são solicitadas melhorias ( e as demandas são grandes diante dos péssimos serviços) elas não fazem, alegando que "não está no contrato". E retirar os cobradores e prejudicar motoristas e usuários? Estava previsto no contrato de concessão?

                       Daniel Alonso assolou o povo mandando aumentar as tarifas de R$ 3 para R$ 3,80

Pior: além de demitir centenas de cobradores, as empresas Sorriso e Grande Marília ainda tiveram redução nos pagamentos de ISS (gerando milhões a mais nos lucros delas) e aumentos de tarifas de quase 100% nos últimos anos. Somente este ano, a paulada foi quase 30%, com o prefeito Daniel Alonso (PSDB) aumentando as tarifas de R$ 3 para R$ 3,80, assolando os bolsos principalmente de trabalhadores, diaristas e estudantes.

PROJETO PARA A VOLTA DOS COBRADORES

Um Projeto de Lei da vereadora professora Daniela D'Ávila (PR), proibindo o acúmulo de funções de motorista e cobrador nos coletivos do transporte urbano em Marília, está tramitando na Câmara Municipal.

"São muitas as reclamações pelo acúmulo de funções dos motoristas, que atuam também como cobradores e acabam atrasando os percursos, aumento o estresse e causando acidentes. Além disso, os cobradores auxiliam os motoristas nos cuidados com passageiros, como embarque e desembarque, especialmente sobre idosos e crianças", explica a vereadora.

Ela ressaltou que o objetivo principal do projeto é beneficiar a população e retirar esse acúmulo de funções dos motoristas. "As Leis estão acima de qualquer contrato e, portanto, caso aprovado pelo plenário, o projeto deverá ser colocado em prática imediatamente, sob pena de multa pesada às empresas em caso de descumprimento", disse a vereadora. 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black