Vereador Danilo da Saúde apoia servidores e aposentados. Dívida do governo Daniel Alonso chega a R$ 100 milhões e cortes de benefícios continuam

July 3, 2019

O vereador Danilo da Saúde PSB manifestou apoio aos servidores e aposentados do município que correm risco de não receber pagamento este mês. Segundo divulgado em audiência pública pela diretoria do Instituto de previdência IPREMM, a dívida somente do governo Daniel Alonso chega a 100 milhões de reais e compromete o pagamento dos aposentados. “Os servidores e aposentados não merecem o tratamento que estão recebendo. Além de não pagar o IPREMM, a retirada de benefícios como o auxílio alimentação que foi cortado pelo governo Daniel Alonso, e as novas medidas que estão sendo implementadas por decretos do prefeito, impedem os servidores de se aposentarem, prejudicando ainda mais esses dignos trabalhadores que tanto fizeram pela nossa cidade”, disse o vereador Danilo da Saúde, que também é servidor público municipal.

Segundo o presidente do sindicato dos servidores públicos municipais, José Paulino, em apenas dois anos e meio do governo Daniel Alonso, deram calote no IPREMM em valores próximos de 100 milhões de reais, dívida muito maior do que as deixadas pelas gestões anteriores.

O vereador Danilo estará reunido com o sindicato, servidores e aposentados durante a semana para discutirem quais ações serão adotadas contra os calotes e as medidas prejudiciais que estão sendo feitas pelo governo Daniel Alonso. “Estarei  sempre apoiando os servidores e os aposentados contra os atos desse governo que prometeu o céu e está entregando o inferno aos servidores. Disse publicamente que não teria cargos comissionados, e tão logo assumiu cancelou o plano de carreira e recriou cargos em comissão. Corta sistematicamente direitos adquiridos como o auxílio alimentação dos aposentados, o pagamento das horas extras nos serviços essenciais, e coloca regras ilegais que impedem a aposentadoria de quem se dedicou a vida toda a prestação de serviços públicos. E se isso não bastasse, não paga o IPREMM totalizando uma dívida de 100 milhões de reais. Por outro lado gasta milhões com empresas terceirizadas sem licitação, despesas de aluguéis de prédios particulares, compra de carros novos, gastos com viagens, almoço e jantares de luxo,” concluiu o vereador Danilo da Saúde.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black