OPERAÇÃO QUERUBIM: Polícia Civil faz prisões de pedófilos nesta quarta-feira e prende até padre que atuava na Zona Sul, em Marília

July 10, 2019

 

         Material pornográfico e bichos de pelúcia apreendida pela Polícia Civil na casa do padre, em Marília

 

A Delegacia de Defesa da Mullher (DDM), de Marília, prendeu dois homens  acusados de pornografia infantil, na manhã desta quarta-feira (10). As identidades deles não foram divulgadas.

Os trabalhos fazem parte da Operação Querubim contra a exploração sexual infantil na Internet e é a maior força-tarefa contra pedofilia já realizada na região, em termos de prisões. Na região, havia 15 alvos, dos quais 12 foram presos, inclusive, o padre Denismar Rodrigo André, de 42 anos,  (Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no Bairro Jóquei Clube) que morava em Tupã, mas atuava em Marília. Na casa dele policias civis apreenderam material de pornografia infantil, bichos de pelúcia e bonecas.

Nesta manhã, o diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 4 (Deinter-4), Marcos Baurraj Mourão, concedeu entrevista coletiva para passar mais detalhes da ação, que resultou em detenção nas cidades de Bauru, Jaú, Ourinhos, Promissão, Ubirajara, Pederneiras, Marília e Tupã. 

O Deinter-4, que contempla 76 municípios da região de Bauru, contou com o apoio de um policial Civil especializado neste tipo de investigação. Ele é de Rio Preto (Deinter-5).

 

 

NOTA DA MITRA

 

"Na manhã desta quarta-feira (10/07/2019), a Polícia Civil realizou a Operação "Querubim" cumprindo mandatos de busca e apreensão de arquivos com conteúdo que envolve exploração sexual de menores.   Um dos mandatos foi executado na residência da família do Padre Denismar Rodrigo André, do clero da Diocese de Marília, que foi detido sob a acusação de acesso a material de pornografia infantil (Artigo 241-B do ECA) e levado à Delegacia para prestar esclarecimentos.  Assim, com toda a população, especialmente os fiéis católicos, a Diocese de Marília está consternada com o ocorrido e informa que está à disposição da Polícia para ajudar nas investigações. Ressaltamos, ainda, que a Diocese de Marília não compactua com comportamentos que ferem o ministério sacerdotal e a dignidade humana, e espera o esclarecimento dos fatos. Por isso, o Padre Denismar já foi afastado "ad cautelam" de suas atividades clericais até que o inquérito Policial seja concluído. Manifestamos nossa solidariedade a todo o povo de Deus que, com o clero, se une neste momento em orações pelo esclarecimento da situação."
 
 
Dom Luiz Antonio Cipolini Bispo Diocesano de Marília 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black