Anúncio discriminatório de contratações de cuidadores de crianças especiais no PAT gera confusão. Prefeitura explica processo licitatório

July 23, 2019

A publicação de um anúncio pelo PAT (Posto de Atendimento do Trabalho) em Marília, anunciando a contratação de 140 pessoas para "trabalhar em escolas com habilidade em lidar com crianças de 0 a 15 anos com deficiência" gerou uma grande polêmica e muita confusão. 

O anúncio cita ainda "preferência por sexo feminino de 37 a 50 anos" e "não é necessário experiência nem curso". Outro ponto polêmico é a seguinte observação: "não serão contratados trabalhadores das empresas Conviva e Cuidare".

O PAT não informa o nome da empresa que solicitou a divulgação do anúncio discriminatório. 

O fato gerou também revolta de pessoas que trabalhavam como cuidadoras da Conviva. Um grupo esteve hoje pela manhã na Prefeitura cobrando explicações.

HABILITADA NA LICITAÇÃO

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura informou ao JP que a empresa Conviva (que atuou na gestão passada), venceu uma licitação pela Prefeitura para desenvolver as atividades de cuidadores de crianças especiais nas escolas municipais. 

Dentro do processo licitatório, duas empresas classificadas em primeiro e segundo lugares entraram com recursos contra a Conviva, o que emperrou o certame. O prazo de recursos era até as 17h de ontem.

Agora, a Conviva tem três dias para contestar as alegações das concorrentes. Caso consiga isso, estará habilitada para firmar contrato com a Prefeitura.

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black