Em nota ao JP, Governo do Estado nega mudança e confirma a manutenção da praça de pedágio entre Marília e Pompéia, na SP-294

August 1, 2019

 

Em nota encaminhada ao JP na tarde desta quinta-feira (1°), a assessoria de imprensa da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Governo do Estado, negou a mudança da praça de pedágio na SP-294, entre Marília e Pompéia, conforme havia informado a prefeita desta última cidade, Tina Januário, na tarde de ontem (31). 

Tina afirmou que esperava ainda ontem a mudança do local do pedágio para as proximidades da cidade de Quintana, Entretanto, a secretaria estadual negou esta possibilidade. 

"A praça de cobrança no km 495, não pode ser atendida, pois não viabiliza técnica e economicamente o projeto, além de penalizar Quintana, que não receberá investimento equivalente". A praça de pedágio será nas proximidades da empresa Rodojato, entre Oriente e Pompéia. 

 

A NOTA

 

Relativa à implantação de pedágio na rodovia SP-294 (Trecho Pompéia)

 

Após consultas públicas e análise técnica das propostas de intervenções na rodovia SP-294, que faz parte do maior processo de concessão rodoviária da história do país, com R$ 14 bilhões em investimentos, os municípios beneficiados tinham a clara informação e a necessidade de inclusão de uma praça de cobrança no trecho de Pompéia.

As inovações da nova concessão como a “tarifa de usuário frequente”, com descontos progressivos para aqueles que usam a rodovia todos os dias, será aplicada e vai garantir valores menores e economias mensais acima de 70% aos moradores de cidades vizinhas e região.

O Governo do Estado iniciou diálogo com o município de Pompéia e empresas locais desde a publicação do edital. O município fez diversas propostas e indicações no ofício GP no 112/2019. Quase todos os pleitos deste documento, de 15 de março de 2019, estão atendidos na última proposta apresentada.

A mudança do local da praça de pedágio entre o distrito de Paulópolis e Pompeia (km 488) foi para antes no (km 477), atendendo a outro pedido de Pompéia, para que a população do distrito de Paulópolis não ficasse isolada em relação a sua cidade.

A praça de cobrança no km 495, não pode ser atendida, pois não viabiliza técnica e economicamente o projeto, além de penalizar Quintana, que não receberá investimento equivalente.

A obra de 20 km de anel viário, que vai retirar todo o tráfego pesado da cidade é orçada em R$ 400 milhões. Pompéia reivindica há décadas um contorno e o traçado antigo da rodovia na área urbana será totalmente recuperado. Diz o Ofício: “Considerando que Pompéia é cortada pela rodovia SP-294, que faz parte do Projeto e que se utiliza de nossas vias públicas pra seu tráfego, sendo de nosso grande interesse a construção de um contorno para retirar o fluxo de veículos e que tantos transtornos causam à nossa comunidade”.

A Secretaria de Desenvolvimento Regional, através do Secretário Marco Vinholi recebe diariamente pleitos de prefeitos de todo o Estado, sempre trabalhando com foco nas principais necessidades dos municípios e na visão regional. Outra norma é que a conversa política, não se sobrepõe a decisões técnicas e de melhor viabilidade econômica.

A nova localização da praça, constante no edital, atende aos critérios técnicos e permite a viabilização econômica dos investimentos previstos para o município e para todo o lote da concessão.

 

Secretaria de Desenvolvimento Regional do Governo do Estado

Avenida Morumbi, 4.500 – 1º andar – São Paulo – SP

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle

© 2017 por "JP. Povo