Idosa de 83 anos passa 12 horas no P.A Sul aguardando "vaga" em maca no H.C. Após intervenção, SAMU levou a paciente e a deixou com maca e tudo no Hospital

August 2, 2019

 

      SEM LEITOS: Pacientes em macas no Hospital das Clínicas na noite da quarta-feira

 

Uma idosa de 83 anos, D.S.C, passou 12 horas seguidas no Pronto Atendimento da Zona Sul, nesta quarta-feira (31), aguardando "vaga" em maca no Hospital das Clínicas, para onde seria transferida.

O caso ganhou repercussão após amigos e familiares comentarem a situação nas redes sociais (Facebook). O JP manteve contato com Vanilda, uma nora que acompanhava a idosa no P.A, por volta das 19h. 

"Estamos aqui desde às 9h aguardando a ambulância e a maca no Hospital das Clínicas. Minha sogra já passou mal, teve febre de 38,5 graus, tomou remédios para dor, mas está debilitada. Ela teve uma queda e sofreu fratura, Agora, retornou para a sala de emergência e continua sofrendo aqui. Estou revezando com a minha filha para comer alguma coisa", relatou.

A redação do JP manteve, então, contato com o secretário municipal da Saúde, Ricardo Mustafá. Após receber informações sobre o caso via Whatsapp, cerca de meia hora depois ele retornou a mensagem dizendo: "Passei a informação para a Cristina do SAMU para que providenciasse o transporte. O problema é que o H.C não tem maca para deixar o paciente. Pelo menos o problema foi resolvido".

A nora da idosa, que mora na Zona Sul da cidade, disse que uma ambulância do SAMU chegou no P.A por volta das 21h e encaminhou a paciente ao Hospital das Clínicas. Ao chegar no Hospital, a viatura do SAMU deixou lá a própria maca onde a idosa havia sido conduzida.

"Agora estamos aqui no Hospital e deve começar a nova jornada para o atendimento", disse Vanilda ao JP, por volta das 21h30.  A idosa passou a noite no Hospital.

Por volta das 14 desta quinta-feira (1°), a assessoria de imprensa do Complexo Famema informou em Nota ao JP que a paciente estava em observação no Pronto Socorro do Hospital, aguardando resultados de exames para conduta médica.

Foi constatada fratura de vértebra e até a manhã desta sexta-feira (2), segundo familiares,  ela continuava aguardando leito. 

NOTA DO H.C

"O HCFAMEMA possui o total de 306 leitos hospitalares, distribuídos entre os Departamentos de Atenção a Saúde em Alta Complexidade (HCI) e Materno Infantil (HCII), conforme Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde - CNES, para atendimento aos 62 municípios pertencentes ao Departamento Regional de Saúde - DRS-IX, totalizando 1.200.000 vidas.

No caso específico da Sra. Djanira Salles, a paciente foi atendida e está em observação no Pronto Socorro do HCI, sob cuidados da equipe da Ortopedia, aguardando resultado de exames para conduta médica sobre o caso.

Superintendência HC/FAMEMA". 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black