Rapaz que atacou conveniência de posto na Zona Oeste e tentou fugir levando a gaveta do caixa é condenado a 2,8 anos de reclusão

October 10, 2019

Um rapaz que atacou uma loja de conveniência de um posto de combustíveis localizado na Avenida da Saudade, na Zona Oeste de Marília, na madrugada do dia 3 de agosto e tentou fugir levando a gaveta do caixa, acabou condenado a 2,8 anos de reclusão no regime semiaberto. A sentença é do juiz José Augusto Franca Júnior, da 2ª Vara Criminal do Fórum de Marília. 

Gláucio Alexander Luppi Ferraz, 26 anos, o autor do roubo, confessou o delito em audiência no Fórum. Afirmou que "tentou roubar dinheiro em um posto de combustíveis nesta cidade durante a madrugada, mas foi agredido fisicamente por alguém que estava no posto e conseguiu fugir". Disse que  "não estava armado e apenas simulou o porte de arma para ameaçar a vítima".

A vítima declarou que no dia dos fatos, durante a madrugada, por volta das 03h15, estava em seu local de trabalho no Posto Petrouniversitário, onde trabalha como caixa, no interior da loja de conveniência, quando adentrou no local uma pessoa aparentando ser um cliente, que pegou uma lata de refrigerante e foi até o caixa; que a declarante foi até o caixa para efetuar a cobrança do produto, mas ao falar o valor para o réu o mesmo anunciou o roubo dizendo que estava armado e fez menção de que a arma estaria debaixo de sua camiseta.

Disse que o réu exigiu que a declarante abrisse a gaveta e diante da recusa  ele debruçou-se sobre o balcão e arrancou a gaveta do caixa levando a mesma consigo. Enquanto o réu retirava a gaveta a declarante correu até a porta da loja de conveniência e gritou para o frentista que alguém estava roubando o posto. O réu saiu correndo com a gaveta nas mãos, mas ao passar pelo pátio do posto o frentista deu uma 'rasteira' nele e o réu caiu no chão deixando cair também a gaveta e o dinheiro que estava no interior dela; que a declarante afirma que havia aproximadamente R$ 680,00,  mas o autor não conseguiu levar o dinheiro; levantou-se e saiu correndo em direção ao bairro Vila Jardim;

Um policial declarou que após receber informação sobre um roubo ocorrido no Auto Posto Petrouniversitário passou, juntamente com outro policial a realizar diligências na tentativa de capturar o autor do crime; que mediante os dados obtidos com a vítima e a testemunha identificaram o autor do roubo, sendo ele pessoa já conhecida da vítima e da testemunha por ser cliente do estabelecimento comercial;

Efetuaram diligências no sentido de localizar o endereço do autor, sendo que após obtenção do local onde ele morava, foram até a casa dele, tendo sido encontrado em sua residência na Vila Jardim.

Gláucio foi questionado sobre o roubo, confessando ao depoente sua participação, alegando ainda que não portava arma de fogo e que utilizou-se de uma garrafa "pet" sob a camisa para simular uma arma de fogo. Apontou ao policial onde estavam as roupas utilizadas por ele no momento do crime; e diante dos fatos foi dada ordem de prisão em flagrante ao indiciado.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black